sicnot

Perfil

Desporto

Mario Götze regressa ao Dortmund após três épocas no Bayern

© Reuters Staff / Reuters

O internacional alemão Mario Götze vai regressar ao Borussia Dortmund, clube no qual o futebolista se formou, depois de três temporadas no Bayern Munique, anunciou hoje o vice-campeão alemão.

"Quando sai do Dortmund para o Bayern tomei uma decisão consciente, não posso esconder. Três anos depois, com 24 anos, olho para a decisão de forma diferente, compreendo perfeitamente os adeptos que não a aceitaram, mas eu quero convencê-los a todos com o meu desempenho. Quero o melhor para todos: para o clube e para os adeptos do Dortmund", disse Götze.

O médio, autor do golo da vitória da Alemanha na final do Mundial 2014, no prolongamento, após o nulo frente à Argentina, vai assinar novo contrato com o Dortmund e submeter-se a testes médicos nos próximos dias, assinala o clube.

De acordo com a comunicação social alemã, o Dortmund vai pagar 22 milhões de euros pela aquisição do médio, que vendeu pelo valor da cláusula de rescisão, 37 milhões de euros, no início da época 2013714.

Götze tinha sido um dos elementos fulcrais nas vitórias do Dortmund em 2010/11 e 2011/12 e na caminhada para a final da Liga dos Campeões de 2012/13, que perdeu para o Bayern Munique (2-1).

Nas três temporadas ao serviço dos bávaros, Götze conquistou três títulos de campeão alemão e duas Taças da Alemanha, além de um Mundial de Clubes e uma Supertaça Europeia.

O médio tornou-se na sétima contratação do Dortmund para a próxima época, depois do português Raphael Guerreiro (ex-Lorient), do dinamarquês Emre Mor (ex-Nordsjaelland), dos espanhóis Marc Bartra (ex-FC Barcelona) e Mikel Merino (ex-Osasuna) e do francês Ousmane Dembelé (ex-Rennes).

No sentido inverso, saíram do clube Henrich Mchitaryan, para o Manchester United, Mats Hummels, para o Bayern, e Ilkay Gündogan, para o Manchester City.

Lusa

  • Negócios do fogo
    22:00
  • "Não podemos gastar o dinheiro e depois os filhos e os netos é que pagam"
    2:05

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, o reembolso antecipado ao FMI. O comentador da SIC defendeu que seria mais vantajoso se Portugal reembolsasse mais depressa, antes da subida das taxas de juro. Miguel Sousa Tavares considerou ainda que o reembolso da dívida é uma boa notícia, pois seria "desleal" deixar a dívida para "os filhos e os netos" pagarem.

    Miguel Sousa Tavares

  • Os efeitos da tempestade Ana em Portugal
    1:43
  • Porque têm as tempestades nomes?
    0:49

    País

    As tempestades passaram a ter um nome, partilhado pelos serviços de meteorologia de Portugal, França e Espanha. Nuno Moreira, chefe de divisão de previsão meteorológica do IPMA, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias para explicar que este método é também uma forma de sinalizar a dimensão das tempestades.

  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59

    Mundo

    A tempestade Ana não causou apenas estragos em Portugal, mas também na Galiza, com a queda de árvores e cheias nas zonas ribeirinhas. No norte da Europa, as baixas temperaturas provocaram fortes nevões e paralisaram a Grã-Bretanha, com voos cancelados, escolas fechadas e estradas cortadas.

  • "Meninas proibidas de usar saias curtas e roupa transparente" para evitar abusos em Timor
    0:50
  • "De repente ele estava em cima de mim a beijar-me e a apalpar-me"
    2:43