sicnot

Perfil

Desporto

Bueno é o único condicionado nos trabalhos do FC Porto na Holanda

O FC Porto voltou hoje aos treinos após a derrota 3-0 com o PSV Eindhoven, em particular de futebol disputado na Holanda, com o espanhol Bueno a ser o único condicionado no grupo de Nuno Espírito Santo.

Segundo o site do clube, Alberto Bueno cumpriu treino integrado condicionado em Oosterbeek, na Holanda, onde os 'dragões' estagiam: a sessão que estava prevista para a tarde foi entretanto cancelada.

Na quinta-feira, o FC Porto averbou a primeira derrota da pré-época, ao quarto jogo de preparação, na primeira jornada do torneio Fox Sports Cup, ao perder 3-0 diante do campeão holandês PSV, que dias antes goleara o Sporting 5-0.

Os 'azuis e brancos' voltam a jogar no sábado, novamente em Arnhem, na segunda jornada do torneio, frente ao anfitrião Vitesse, às 14:30, horas de Lisboa.

Lusa

  • Bueno e Evandro recuperam de lesão e treinaram sob vigilância

    Desporto

    O Futebol Clube do Porto continua a preparar a nova época no centro de estágios de Kamen, na Alemanha. Na primeira sessão de trabalhos desta terça-feira, Nuno Espírito Santo contou com todos os jogadores no relvado. Bueno e Evandro recuperam de lesão e treinaram sob vigilância, mas sem cuidados especiais. O plantel azul e branco retomou os trabalhos à tarde, num treino à porta fechada. O próximo jogo está marcado para quinta-feira, com o PSV Eindhoven, em Arnhem, na Holanda.

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.