sicnot

Perfil

Desporto

Gastão Elias qualifica-se para as meias-finais do torneio de Umag

© Vincent Kessler / Reuters

O tenista português Gastão Elias qualificou-se hoje pela segunda vez consecutiva para as meias-finais de um torneio ATP, ao bater o espanhol Pablo Carreño-Busta, sexto cabeça de série, em Umag, na Croácia.

Nos quartos de final, frente ao finalista vencido do Estoril Open de 2016 e 56.º do mundo, Gastão Elias, 72.º, impôs-se em dois 'sets', por 6-4, 6-4, em uma hora e 12 minutos.

"Foi um jogo um pouco estranho. Estava muito cansado e queria começar da melhor maneira para conseguir aguentar a um bom nível o tempo suficiente para ganhar. Senti que ele entrou um pouco nervoso e aproveitei bem isso. No segundo 'set', percebi que ele baixou muito os braços depois do segundo 'break' e aproveitei bem as oportunidades até ao 5-0. Depois, por conta um pouco do nervosismo, deixei que ele quase chegasse ao 5-5, mas consegui jogar a um grande nível para fechar no 5-4", resumiu à agência Lusa o número dois nacional.

O tenista da Lourinhã tinha-se estreado na semana passada em meias-finais de torneios ATP, ao atingir essa fase no torneio de Bastad, na Suécia.

"Acredito que tenho nível para chegar a estas fases de torneios ATP, mas não estava à espera de estar em duas 'meias' seguidas", assumiu.

Na busca pela primeira final da carreira, Gastão Elias vai agora defrontar o italiano Fábio Fognini, quarto cabeça de série, que hoje derrotou o bósnio Damir Dzumhur por 4-6, 6-1 e 6-1.

Lusa

  • TAP recruta mais assistentes de bordo
    2:40

    Economia

    A TAP assegura que, ainda durante o mês de outubro, os problemas com falta de tripulação vão terminar. Até ao final do ano, vão ser contratados novos assistentes de bordo. Ainda assim, o sindicato diz que não chega.

  • "Facilitámos muito no lance do 5-1 e não pode ser"
    1:09

    Desporto

    No final do jogo, o treinador do Desportivo de Chaves, Luís Castro, admitiu o domínio completo do Sporting durante todo o encontro. Já Jorge Jesus deixou elogios a Daniel Podence, que foi aposta para este jogo. O treinador do Sporting ficou satisfeito com a exibição mas não gostou de sofrer o golo de honra da equipa flaviense.