sicnot

Perfil

Desporto

Gastão Elias qualifica-se para as meias-finais do torneio de Umag

© Vincent Kessler / Reuters

O tenista português Gastão Elias qualificou-se hoje pela segunda vez consecutiva para as meias-finais de um torneio ATP, ao bater o espanhol Pablo Carreño-Busta, sexto cabeça de série, em Umag, na Croácia.

Nos quartos de final, frente ao finalista vencido do Estoril Open de 2016 e 56.º do mundo, Gastão Elias, 72.º, impôs-se em dois 'sets', por 6-4, 6-4, em uma hora e 12 minutos.

"Foi um jogo um pouco estranho. Estava muito cansado e queria começar da melhor maneira para conseguir aguentar a um bom nível o tempo suficiente para ganhar. Senti que ele entrou um pouco nervoso e aproveitei bem isso. No segundo 'set', percebi que ele baixou muito os braços depois do segundo 'break' e aproveitei bem as oportunidades até ao 5-0. Depois, por conta um pouco do nervosismo, deixei que ele quase chegasse ao 5-5, mas consegui jogar a um grande nível para fechar no 5-4", resumiu à agência Lusa o número dois nacional.

O tenista da Lourinhã tinha-se estreado na semana passada em meias-finais de torneios ATP, ao atingir essa fase no torneio de Bastad, na Suécia.

"Acredito que tenho nível para chegar a estas fases de torneios ATP, mas não estava à espera de estar em duas 'meias' seguidas", assumiu.

Na busca pela primeira final da carreira, Gastão Elias vai agora defrontar o italiano Fábio Fognini, quarto cabeça de série, que hoje derrotou o bósnio Damir Dzumhur por 4-6, 6-1 e 6-1.

Lusa

  • A casa dos horrores
    7:57
  • PGR e presidente do Supremo deixam recado à ministra da Justiça
    2:45

    País

    Durante a abertura do ano judicial, a Procuradora-Geral da República e o presidente do Supremo Tribunal aproveitaram para deixar um recado à ministra da Justiça: é urgente aprovar o novo estatuto de juízes e magistrados. O presidente do Supremo diz que é injusta a má imagem da Justiça e pediu contenção aos magistrados.

  • Rui Rio tem sentido "alguma turbulência" no PSD
    2:01

    País

    Rui Rio e Pedro Passos Coelho tiveram esta quinta-feira a primeira reunião, desde que foi eleito o novo líder do PSD. À saída, Passos Coelho desejou que esta transição decorra com naturalidade. Já Rui Rio disse que tem sentido alguma turbulência no partido.

  • Sindicatos rejeitam fim das baixas médicas até três dias
    2:02

    País

    A CGTP quer levar o tema das baixas médicas à Concertação Social, já a UGT diz que há outras matérias prioritárias. Ainda assim as duas centrais sindicais lembram que a não justificação de faltas pode dar origem a um despedimento por justa causa. Esta quinta-feira o bastonário da Ordem dos Médicos propôs ao Governo que acabe com as baixas de curta duração, até três dias.

  • Papa interrompe percurso no Chile para ajudar polícia
    0:21
  • "Mundo à Vista" no Gana
    7:38