sicnot

Perfil

Desporto

Comité Olímpico Internacional confiante em plano de segurança "robusto"

© Ricardo Moraes / Reuters

O diretor do Comité Olímpico Internacional (COI) Christophe Dubi manifestou no sábado confiança no plano de segurança "robusto" das autoridades brasileiras para os jogos do Rio de Janeiro, que arrancam a 05 de agosto.

Christophe Dubi disse ter certeza de que haverá segurança durante os jogos olímpicos deste ano, numa conversa com jornalistas no Rio de Janeiro, depois de na quinta-feira as autoridades brasileiras terem detido dez pessoas suspeitas de estarem a preparar atentados para os dias da competição.

O dirigente do COI, citado pela Agência Brasil, revelou que as autoridades brasileiras apresentaram há dois meses um plano de segurança "robusto" a entidades de diversos países e ao COI, incluindo especialistas e membros de comités organizadores de edições passadas dos jogos olímpicos.

Todos "demonstraram muita confiança" naquilo que lhes foi apresentado, afirmou.

"Tivemos toda a informação sobre o nível de preparação da segurança. Também fomos postos a par dos recursos de inteligência e o que vimos após esse 'briefing' foi confiança de todos esses participantes", reforçou.

"A colaboração de diversos países estrangeiros, que têm peritos no assunto, é muito importante", afirmou ainda, acrescentando: "Podem ter certeza de que os Jogos estarão seguros".

A Procuradoria brasileira anunciou na quinta-feira a detenção de dez pessoas por suposta ligação ao grupo terrorista Daesh e que alegadamente estariam a preparar ataques durante os jogos do Rio de Janeiro.

Existem ainda outros dois suspeitos de terrorismo foragidos, segundo a Justiça Brasileia.

Através da quebra de sigilo telefónico e de dados, "constatou-se a tentativa de organização do grupo para promoção de atos terroristas durante os Jogos Olímpicos Rio2016", confirmou a Procuradoria.

A mesma fonte informou que alguns deles fizeram o juramento de fidelidade exigido pelo Daesh para o acolhimento de novos membros.

Apesar das intenções de ataques, o ministro da Defesa, Raul Jungmann, classificou o grupo de "amador".

Na quarta-feira, a especialista norte-americana em contra-terrorismo Rita Katz avisou que extremistas islâmicos publicaram no serviço de troca de mensagens Telegram recomendações de 17 técnicas para atentados terroristas durante os jogos olímpicos.

As técnicas citadas passam por atentados a "aeroportos e meios de transporte públicos, esfaqueamento, envenenamento, sequestro de reféns e falsas ameaças".

Lusa

  • Jovem que morreu numa estância de esqui em Espanha sofreu um aneurisma
    1:26
  • Cunhado do Rei de Espanha em liberdade sem caução

    Mundo

    Inaki Urdangarin vai mesmo aguardar o desenrolar do recurso em liberdade na Suíça, onde o marido da Infanta Cristina tem residência oficial e onde terá de se apresentar às autoridades uma vez por mês, para além de estar obrigado a comunicar qualquer deslocação fora da Europa. De fora fica ainda o pagamento da caução de 200 mil euros pedida pelo Ministério Público espanhol.

  • Três letras de Zeca Afonso

    Cultura

    No dia em que se assinalam 30 anos da morte de Zeca Afonso, Raquel Marinho, jornalista da SIC e divulgadora de poesia portuguesa contemporânea, escolhe três letras do cantor e autor para dizer, em forma de homenagem.

    Raquel Marinho

  • Compensa comprar a granel?
    8:39
  • "Isto é uma mentira e tem carimbo de Estado"
    2:12

    Opinião

    O preço das botijas de gás em Portugal duplicou nos últimos 15 anos. José Gomes Ferreira esteve no Jornal da Noite, da SIC, onde explicou este aumento, lembrando que a classe política prometeu que se houvesse mais empresas a operar no mercado, os preços desciam. Contudo, José Gomes Ferreira diz que "isto é uma mentira e tem carimbo de Estado". O Diretor-Adjunto de Informação SIC explicou que como o mercado é livre, os operadores vendem aos preços mais altos que podem, deste modo os preços não variam muito entre uns e outros.

    José Gomes Ferreira