sicnot

Perfil

Desporto

Guardiola antevê "muito bom trabalho" de Lopetegui na seleção espanhola

© Craig Brough / Reuters

O treinador do Manchester City, Pep Guardiola, assumiu hoje a satisfação com a nomeação de Julen Lopetegui para selecionador espanhol de futebol, antevendo que o antigo técnico do FC Porto vai fazer "muito bom trabalho".

"O Julen é um bom amigo. Estou contente pela sua contratação. Desejo-lhe o melhor a ele e, por consequência, à seleção espanhola", afirmou Guardiola, durante uma conferência de imprensa, em Pequim, considerando que "pode manter o que foi conseguido na última década por Luis Aragonés e Vicente del Bosque".

Recordando a experiência de Lopetegui nas seleções jovens de Espanha, ao serviço das quais conquistou os títulos europeus de sub-19, em 2012, e sub-21, em 2013, Guardiola justificou a convicção de que "vai fazer muito bom trabalho".

Guardiola compareceu em conferência de imprensa, para antecipar o 'dérbi' de Manchester, frente ao United, na segunda-feira, e assegurou que vai cumprimentar o treinador português José Mourinho.

"Porque não nos deveríamos cumprimentar? Não há nenhuma razão [para não o fazer]. Ele quer ganhar e eu também, só isso", referiu o catalão, reiterando que a saudação vai ocorrer, porque ambos são "educados".

O treinador dos 'citizens' espera um United mais forte com Mourinho, recusando reduzir o desempenho dos 'red devils' à derrota por 4-1 com o Borussia Dortmund.

"Estou certo de que vão ser melhores do que nos anos passados, com este novo treinador e com os bons jogadores que já têm e estou seguro de que vão contratar mais, vão formar uma equipa forte", afiançou.

Lusa

  • Oceanário de Lisboa dá formação sobre impacto da acumulação de plásticos nos oceanos
    2:37
  • Trump e Netanyahu discutiram "ameaças que o Irão coloca"

    Mundo

    O novo Presidente norte-americano, Donald Trump, e o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, debateram "as ameaças que o Irão coloca" e concordaram que a paz israelo-palestiniana só pode ser "negociada diretamente", anunciou este domingo a Casa Branca.