sicnot

Perfil

Desporto

Guarda-redes irlandês Shay Given anuncia fim da carreira

O guarda-redes irlandês Shay Given, de 40 anos, anunciou hoje o fim da sua carreira futebolística de 20 anos e 134 participações em jogos da seleção do seu país.

"Fui abençoado de ter podido cumprir o meu caminho (...) e de me ter estreado aos 18 anos na equipa nacional [irlandesa]", escreveu, na sua conta na rede social Twitter.

Shay Given alinhou pela primeira vez num jogo da equipa nacional irlandesa frente à Rússia em 1996, tendo participado em várias competições internacionais pela Irlanda, incluindo o Euro2016.

"Agora é tempo de pendurar as luvas e passar a incentivar a Irlanda da bancada como um adepto", acrescentou o guarda-redes do Stoke City, que passou a maior parte da sua carreira no Newcastle, com passagens pelo Aston Villa e pelo Manchester City.

Lusa

  • "O PSD é o centro das atenções da campanha e fico contente com isso"
    1:03
  • "O Brasil não parou e não vai parar"
    1:33
  • Trump empurra líder do Montenegro para ficar à frente na fotografia

    Mundo

    A reunião de líderes dos Estados-membros da NATO, que decorreu esta quinta-feira em Bruxelas, na Bélgica, ficou marcada por um momento insólito em que o Presidente norte-americano não quis abdicar de ficar no melhor plano possível nas fotografias de grupo. Nem que para isso tenha sido necessário empurar o líder de outro país.

  • O humor de John Kerry nas críticas a Trump
    0:40

    Mundo

    John Kerry criticou as ligações de Donald Trump com a Rússia durante um discurso de abertura, na Universidade de Harvard. O ex-secretário de Estado norte-americano disse, em tom de brincadeira, que se os jovens querem vingar na política, devem primeiro aprender a falar russo.

  • O papel da religião no quotidiano
    24:57
  • Marcelo na peregrinação de Nossa Senhora de Fátima no Luxemburgo

    Mundo

    O Presidente da República participou esta quinta-feira, a título privado, na peregrinação em honra de Nossa Senhora de Fátima, na cidade luxemburguesa de Wiltz. Milhares de portugueses receberam Marcelo Rebelo de Sousa, que assistiu à missa e, durante alguns minutos, participou na procissão.

  • Cão interrompe jornal em direto
    1:00