sicnot

Perfil

Desporto

Ribéry diz que Guardiola fala demasiado e não tem experiência

O extremo internacional francês Franck Ribéry criticou novamente Pep Guardiola, seu ex-treinador no Bayern de Munique, que está em digressão nos Estados Unidos da América, considerando que o espanhol fala demasiado e tem falta de experiência.

Pep Guardiola

Pep Guardiola

© Kai Pfaffenbach / Reuters

"Ele ainda é um jovem treinador (45 anos). Não tem experiência. Às vezes, fala demais, quando o futebol é muito fácil" disse o francês, agora orientado pelo italiano Carlo Ancelotti.

Guardiola, atual treinador dos ingleses do Manchester City, depois de três épocas no Bayern de Munique, nas quais conquistou sete troféus (entre eles o tricampeonato e o Mundial de clubes), vinha de quatro épocas no FC Barcelona, nas quais conquistou 14 títulos, incluindo duas Ligas dos Campeões.

Segundo Ribéry, 33 anos, Ancelotti (57 anos) é um treinador experiente, "totalmente diferente" de Guardiola "que não tem uma longa carreira como treinador". Agora, afiança, sente-se novamente "motivado e liberto" em campo.

"Não preciso de um treinador para me dizer o que tenho de fazer em campo quando tenho a bola", ironizou o atleta, que teve vários momentos mais tensos na relação com Guardiola.

O gaulês garante que Ancelotti deu ao Bayern "um pouco do que lhe estava a faltar".

Ancelotti devolveu a gentileza dizendo que Ribéry foi "um dos melhores" jogadores em campo na derrota frente ao AC Milan, decidida no desempate por grandes penalidades (5-3), após 3-3 no desafio de Chicago, com dois tentos do francês, um deles de penalti aos 90.

Ribery criticou ainda Guardiola por não ter feito alinhar de início o internacional Thomas Mueller na derrota 1-0 com o Atlético de Madrid, na primeira mão da meia-final da Liga dos Campeões, que ditou o afastamento dos bávaros.

Lusa

  • "Fiquei absolutamente perplexo com a escolha de Elina Fraga"
    0:43

    País

    Rogério Alves diz que ficou perplexo com a escolha de Elina Fraga para a vice-presidência do PSD. Em declarações à TSF e Diário de Notícias, o antigo bastonário da Ordem dos Advogados lembra as divergências com o governo de Passos Coelho, sobretudo em matérias de justiça.

  • Manifestação contra mina de urânio junta milhares em Salamanca
    1:39
  • Assalto a Tancos e roubo de armas da PSP podem estar relacionados
    1:24

    País

    O assalto a Tancos e o roubo de armas da PSP, três recuperadas na semana passada, podem estar relacionados. O semanário Expresso avançou este sábado que há suspeitos de terem participado nos dois assaltos e o grupo, ou parte dele, atua principalmente do Algarve, com possíveis ligações a outras organizações espalhadas pelo país ou até transacionais.

  • Cessar-fogo de 30 dias na Síria
    2:07