sicnot

Perfil

Desporto

Simeone diz que Tiago "está bem" e só precisa "somar minutos"

© Susana Vera / Reuters

O treinador Diego Simeone disse hoje que o futebolista português Tiago "está bem", após ausência prolongada por lesão, e que agora só precisa de "somar minutos" para recuperar a sua influência no Atlético de Madrid.

"O Tiago está bem. Fez uma boa pré-temporada em Los Angeles e está a crescer no jogo", disse o técnico argentino, após o triunfo por 1-0 sobre o Tottenham, em Melbourne, Austrália, no qual o português foi titular e jogou uma hora.

Simeone lembrou que "técnica e taticamente, Tiago tem sempre um jogo extraordinário".

"Precisamos que continue a somar minutos, completando jogos, e isso vai fazer-nos sentir bem e, sobretudo, a ele, que vem precisando", completou, falando do médio de 35 anos, que alinha pelos colchoneros desde 2010.

O técnico também elogiou o antigo guarda-redes do Benfica Oblak, recordando que "é um dos melhores do Mundo e começou a época em grande nível, na linha do que tem feito desde que chegou ao clube".


Lusa

  • Aeroporto Cristiano Ronaldo? Nem todos os madeirenses estão de acordo
    2:21
  • Fatura da água a dobrar
    2:26

    Economia

    Desde o início do ano que a população de Celorico de Basto está a receber duas faturas da água para pagar. Tanto a Câmara como a Águas do Norte reclamam o direito a cobrar pelo serviço. Contactada pela SIC, a Entidade Reguladora esclarece que o município não pode emitir faturas e tem de devolver o dinheiro.

  • Vala comum com 6 mil corpos em Mossul
    1:43

    Daesh

    Há suspeitas de que o Daesh tenha criado uma vala comum com cerca de seis mil corpos a sul de Mossul, no Iraque. A área em redor estará minada. A revelação é de uma equipa de reportagem da televisão britânica Sky News.

  • A menina que os pais queriam chamar "Allah"

    Mundo

    ZalyKha Graceful Lorraina Allah tem 22 meses, anda não sabe ler nem escrever mas já está no centro de um processo judicial contra o Estado da Georgia, nos EUA. Os pais, Elizabeth Handy e Bilal Walk, apoiados por uma ONG, exigem na justiça que o nome seja reconhecido na certidão de nascimento para que a criança possa ser inscrita na escola, na segurança social ou nos registos e notoriado. O casal já tem um filho de 3 anos que se chama Masterful Mosirah Aly Allah.