sicnot

Perfil

Desporto

Calor e nordeste transmontano testam liderança de Daniel Mestre

NUNO VEIGA

O português Daniel Mestre (Efapel) testa mais uma vez a sua liderança da 78.ª Volta a Portugal em bicicleta, na terceira etapa, que decorre no nordeste transmontano, entre Montalegre e Macedo de Cavaleiros.

O corredor natural de Almodôvar, que vestiu a camisola amarela em Braga, segurou o símbolo de líder em Fafe, apesar da aproximação de José Gonçalves (Caja Rural), que se manteve em segundo, e do italiano Francesco Gavazzi (Androni Giocattoli), vencedor da segunda etapa.

Na véspera da primeira chegada em alto da corrida, à Senhora da Graça, em Mondim de Basto, o pelotão da principal prova velocipédica nacional vai enfrentar 158,9 quilómetros, previsivelmente sob intenso calor, numa chegada também propícia a sprinters.

No entanto, na viagem por Trás-os-Montes destacam-se duas dificuldades, com as subidas acentuadas com duas contagens do prémio de montanha de segunda categoria, em Mosteiró de Cima, ao quilómetro 65,4, e, sobretudo, ao topo da Serra de Bornes, aos 122,5.

Este derradeiro obstáculo orográfico, a 36 quilómetros da meta, deverá selecionar os corredores rumo à primeira passagem pela meta estreante na Rua Dr. Armando Pires, em Macedo de Cavaleiros, que não recebia um final de etapa desde 1997.

http://www.volta-portugal.com/

O fim da etapa, com a barragem do Azibo como pano de fundo, deverá ocorrer pelas 17:23, praticamente quatro horas depois de se iniciarem as pedaladas, na Praça do Município, em Montalegre, às 13:10.

Além das bonificações na chegada aos três primeiros, de 10, seis e quatro segundos, a terceira etapa volta a dispor de três metas volantes, que também favorecem quem se antecipa a passar, em Boticas (24,9), Valpaços (79,7) e Mirandela (100,8), com três, dois e um segundo, respetivamente.

Lusa

  • Prisão preventiva para homicida de Barcelos
    1:43

    País

    O alegado homicida de Barcelos vai ficar em prisão preventiva, por quatro crimes de homicídio. Adelino Briote foi ouvido este sábado de manhã no Tribunal de Braga, depois de na sexta-feira ter alegadamente degolado quatro pessoas na freguesia de Tamel, em Barcelos.

  • Homem suspeito de matar a mulher em Esmoriz

    País

    Um homem é suspeito de ter esfaqueado este sábado mortalmente a mulher em Esmoriz, concelho de Ovar, num contexto de violência doméstica, disse à agência Lusa fonte da Guarda Nacional Republicana (GNR).

  • Morte de portuguesa no Luxemburgo afinal não aconteceu

    País

    A morte de uma portuguesa em Bettembourg, no sul do Luxemburgo, não terá acontecido. O Jornal do Luxemburgo avançou, esta manhã, que a emigrante portuguesa tinha sido baleada mortamente pelo filho, uma informação entretanto desmentida por outro jornal online. Segundo o Bom Dia Luxemburgo, o que aconteceu foi afinal uma rusga policial.

  • Estamos quase na hora de verão

    País

    Esta madrugada muda a hora. Quando for 1h00, os relógios adiantam para as 2h00. Será uma noite com menos tempo de sono, mas os dias vão ficar mais longos com o chamado horário de verão.

  • Hora do Planeta, apagam-se as luzes para despertar consciências
    2:19
  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.