sicnot

Perfil

Desporto

Rui Vinhas é o novo camisola amarela da Volta a Portugal

O australiano William Clarke (Drapac) venceu a terceira etapa da Volta a Portugal em bicicleta, em Macedo de Cavaleiros, enquanto o português Rui Vinhas (W52-FC Porto) é o novo líder, destronando Daniel Mestre (Efapel).

Clarke bateu o italiano Marco Frapporti (Androni Giocattoli), seu companheiro de fuga, e completou 158,9 quilómetros da tirada iniciada em Montalegre em 3:49.50 horas, 54 segundos antes de um sexteto em que vinha integrado Rui Vinhas, oitavo a terminar e novo camisola amarela. O grupo dos favoritos, no qual seguia Daniel Mestre, chegou passados 4.45 minutos.

Rui Vinhas passou a comandar a 78.ª edição da Volta a Portugal com 3.13 minutos de vantagem sobre Daniel Mestre, segundo classificado, e com 3.14 em relação a José Gonçalves (Caja Rural), terceiro.

No domingo, a quarta etapa, com 191,9 quilómetros, vai ligar Bragança ao alto da Senhora da Graça, em Mondim de Basto, num final coincidente com contagem de montanha de primeira categoria.

Lusa

  • Estudante português desaparecido no mar Báltico

    País

    Um jovem português de 21 anos desapareceu na segunda-feira, dia 13 de novembro, enquanto fazia uma viagem de cruzeiro entre a cidade finlandesa de Helsínquia e a capital da Suécia, Estocolmo. As autoridades locais fizeram buscas na madrugada em que Diogo Penalva caiu ao mar Báltico, por volta das duas da manhã.

  • Político indiano oferece 1,3 milhões por decapitação de atriz

    Mundo

    Deepika Padukone é uma das personagens principais do filme que retrata a relação entre uma rainha hindu e um governante muçulmano. O filme enfureceu um político do Governo indiano, que ofereceu 1,3 milhões de euros como recompensa a quem decapitasse a atriz. A polícia já destacou agentes para proteger a atriz, bem como a sua família.