sicnot

Perfil

Desporto

Hamilton vence GP Alemanha de Fórmula 1 e reforça liderança

O britânico Lewis Hamilton (Mercedes) venceu o Grande Prémio da Alemanha de Fórmula 1, em Hockenheim, e consolidou a a liderança do campeonato do mundo, após 12 provas disputadas.

© Ralph Orlowski / Reuters

O campeão do mundo, que largou da segunda posição da grelha, completou as 67 voltas (306,458 km) em 1:30.44,200 horas, e terminou à frente dos Red Bull do australiano Daniel Ricciardo e do holandês Max Verstappen, segundo e terceiro, respetivamente. No outro Mercedes, o alemão Nico Rosberg não aproveitou a 'pole position', falhando o arranque, e terminou no quarto lugar.

Hamilton, que somou a 49.ª vitória da sua carreira, quarta consecutiva e sexta em 2016, passou a somar 217 pontos, mais 19 do que Rosberg, segundo classificado, enquanto Ricciardo segue em terceiro, com 133.

O Grande Prémio da Bélgica é próxima prova do Mundial e está marcado para 28 de agosto.

Lusa

  • PSD e CDS admitem chamar António Costa à nova Comissão de Inquérito à CGD
    2:37

    Caso CGD

    PSD e CDS admitem chamar o primeiro-ministro à nova Comissão de Inquérito à CGD. Apesar de ser uma hipótese, a SIC sabe que os dois partidos ainda estão a definir o objeto do inquérito e, por isso, afirmam que é prematuro falar sobre eventuais audições. Seja como for, António Costa voltou esta segunda-feira a dizer que o assunto está encerrado.

  • Venda do Novo Banco terá que ser negociada em Bruxelas
    0:43

    Economia

    A venda do Novo Banco vai ter que ser negociada com Bruxelas, uma vez que o Lone Star planeia agora ficar com 65% da instituição, obrigando o Estado a manter uma posição no banco. O ministro das Finanças lembra que esta também era uma possibilidade mas salienta que o assunto está nas mãos do Banco de Portugal.

  • Acha que conhece o seu país?
    27:42
  • O atentado na Suécia inventado por Donald Trump
    2:12
  • Primeiro-ministro sueco "surpreendido" com as declarações de Trump
    0:53

    Mundo

    O primeiro-ministro sueco ficou surpreendido com as declarações de Donald Trump, que, no fim de semana, se referiu a um suposto ataque terrorista no país escandinavo, relacionado com a imigração. Stefan Löfven fala na responsabilidade de usar os factos correctamente e diz que é preciso verificar a informação que é divulgada.

  • Angelina emociona-se ao falar da separação de Brad Pitt
    1:25
  • Modelo obrigada a prometer que não volta a arriscar a vida numa sessão fotográfica
    1:46