sicnot

Perfil

Desporto

Marcelo Rebelo de Sousa lamenta morte de "glória do atletismo nacional"

O Presidente da República lamentou a morte do professor Moniz Pereira, definindo-o como um "homem bom", com vida de devoção "ao desporto e aos desportistas" e uma "glória do atletismo" em Portugal.

"Foi com muita emoção que o Presidente da República tomou conhecimento do falecimento do professor Moniz Pereira. Era um Homem Bom, que deixa uma vida repleta de bons exemplos, de devoção ao Desporto e aos desportistas, tendo ele próprio sido uma glória do atletismo nacional", refere um comunicado da presidência enviado à agência Lusa.

"Na véspera dos Jogos Olímpicos, o seu exemplo reforça ainda mais a vontade de todos os desportistas nacionais de se superarem e obterem resultados que o honrem e o recordem como grande motivador do nível que o nosso atletismo e nosso desporto têm atingido", assinala o texto.

Marcelo Rebelo de Sousa sublinha "que em todos os que, ao longo dos anos, tiveram o privilégio de o conhecer, deixa o tesouro de uma memória calorosa e dedicada", antes de apresentar "sentidas condolências" à sua família, à Federação Portuguesa de Atletismo e a todos os amigos.

Moniz Pereira, antigo treinador de Carlos Lopes, medalha de ouro em Los Angeles1984, morreu hoje aos 95 anos, anunciou no final da tarde através do Facebook o Sporting Clube de Portugal, que representou como dirigente, treinador e atleta.

Lusa

  • Morreu Moniz Pereira aos 95 anos

    Desporto

    Morreu o professor, desportista, atleta e treinador Moniz Pereira. O senhor atletismo tinha 95 anos. Moniz Pereira dedicou a vida ao desporto nacional e sobretudo ao atletismo de alta competição.

  • A semana em revista

    Mundo

    Com a semana a chegar ao fim, a SIC Notícias apresenta-lhe, num único artigo, os destaques que marcaram a atualidade nos últimos dias. Um espaço onde pode ficar a saber, ou simplesmente recordar, os temas que marcaram a semana noticiosa.

    André de Jesus

  • Registadas mais de 500 queimadas em 12 horas

    País

    A Proteção Civil registou esta sexta-feira, no distrito de Viana do Castelo, entre as 06:00 e as 18:00, 515 queimadas, mais cerca de uma centena das contabilizadas na quinta-feira, sendo que três terão dado origem a incêndios florestais.