sicnot

Perfil

Desporto

LA-Antarte prossegue em prova sob protesto para evitar outra injustiça

A equipa LA-Antarte vai continuar a disputar a 78.ª edição da Volta a Portugal em bicicleta, disse esta terça-feira à agência Lusa o diretor desportivo Mário Rocha, um dia depois de ter ponderado abandonar devido à expulsão de Hugo Sancho.

"Nós vamos continuar na corrida, porque não podemos promover uma injustiça para os outros corredores que se prepararam para esta prova por causa de uma injustiça feita ao Hugo Sancho, mas continuamos sob protesto", afirmou Mário Rocha, cuja formação ficou reduzida a sete elementos.

Na terça-feira, o colégio de comissários decidiu expulsar Hugo Sancho, por se agarrar a uma viatura durante a quinta etapa, que iniciou no 22.º lugar, a 6.16 minutos do líder Rui Vinhas (W52-FC Porto), tendo sido ainda multado em 200 francos suíços (cerca de 185 euros).

"O nosso protesto é contra a falta de coragem para expulsar outros corredores que fizeram o mesmo que o Hugo, contra a incompetência, por não terem expulsado o Hugo durante a corrida e tentado negociar o abandono durante a etapa - que eu fiz exigi que acabasse, fora do pelotão mas acabasse - e a falta de profissionalismo", frisou Mário Rocha, considerando inadmissível "a falta de liderança do organismo que rege os comissários em Portugal".

Hugo Sancho concluiu a etapa entre Lamego e Viseu atrás dos carros de apoio, no 27.º lugar, 8.06 minutos depois do vencedor, o espanhol Vicente de Mateos (Louletano-Hospital de Loulé).

O corredor reagiu também à sua expulsão na sua página no Facebook, questionando a "dualidade de critérios por parte dos juízes responsáveis".

"Espero que compreendam a minha posição e não me julguem por este ato, sempre tentei trabalhar o máximo e de forma honesta para ser o mais digno possível. Lamento ter-vos desiludido. Mais tarde escreverei a verdade dos factos que espoletou toda esta situação e acreditem que há gente que julga e pune que nesta situação também cometeu erros", escreveu Sancho.

Após a quinta etapa, a 78.ª Volta a Portugal é liderada pelo português Rui Vinhas (W52-FC Porto).

Lusa

  • Incêndio em Lisboa faz um ferido
    4:13

    País

    Um incêndio de grandes dimensões deflagrou esta segunda-feira numa loja, na Avenida de Berlim, em Lisboa. O repórter André Palma esteve no local, onde ouviu o comandante dos Sapadores Bombeiros de Lisboa. Pedro Patricio confirmou que foi assistida uma pessoa por inalação de fumos e, por questões de segurança, os veículos estacionados perto do local foram retirados, assim como foi pedido às pessoas dos prédios à volta que saíssem por causa do fumo. O incêndio foi dominado.

  • "Rui Rio avisou que vinha para partir loiça dentro do PSD"
    3:00
  • Hugo Soares não deverá continuar como líder parlamentar do PSD
    3:17

    País

    Rui Rio não deverá manter Hugo Soares na liderança parlamentar do PSD. Fonte próxima do novo presidente social-democrata diz à SIC que dificilmente o líder da bancada poderá continuar no cargo. Aumenta a pressão para que Hugo Soares ponha o lugar à disposição e já começam a surgir nomes para o substituir.

  • Suspeita de militantes fantasma no PSD
    4:22

    País

    Perante a suspeita de militantes fantasma e de caciquismo, Salvador Malheiro, diretor de campanha de Rui Rio, diz que o ato eleitoral foi devidamente fiscalizado. Uma investigação do jornal Expresso encontrou oito filiados numa morada que não existe e 17 militantes com morada numa casa onde vivem nove pessoas e nenhuma é do PSD. A associação cívica Transparência e Integridade fala num vazio legal e em falta de regulamentação.

  • Cristiano Ronaldo está insatisfeito com o salário e pode sair do Real Madrid
    2:38