sicnot

Perfil

Desporto

Liderança de Rui Vinhas na Volta a Portugal testada duplamente na Torre

NUNO VEIGA/ LUSA

A liderança do português Rui Vinhas (W52-FC Porto) vai ser hoje testada na etapa rainha da 78.ª Volta a Portugal em bicicleta, com duas subidas à Torre, na Serra da Estrela, na ligação entre Belmonte e Guarda.

Depois do dia de descanso, o pelotão regressa à estrada na sexta etapa e enfrenta pela primeira vez a alta montanha, com duas passagens no ponto mais alto de Portugal continental, primeiro subindo pela vertente Covilhã-Penhas da Saúde e, de seguida, pelo lado Seia-Sabugueiro, em detrimento da emblemática chegada à Torre.

Rui Vinhas vai envergar a camisola amarela nas duas subidas de categoria especial, as únicas da prova (km 44,7 e 104,3) e principais referências no traçado da etapa, cujos 173,7 quilómetros incluem três contagens de montanha de terceira categoria na parte final, uma em Fernão Joanes e duas na Guarda, a última das quais a coincidir com a meta.

O corredor da W52-FC Porto comanda com 2.45 minutos de vantagem sobre o espanhol Gustavo Veloso, seu colega de equipa e vencedor da prova em 2014 e 2015, e 3.02 sobre Joni Brandão (Efapel), terceiro e principal rival na luta pela vitória frente aos 'dragões'.

A caravana inicia a viagem às 12:30, no Largo de Santiago, em Belmonte, 'sprinta' as metas volantes de Caria (km 5,7), Covilhã (km 25,4) e Seia (km 76,9) e deve chegar ao Largo General Humberto Delgado, na Guarda, cerca das 17:30.

Lusa

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.