sicnot

Perfil

Desporto

João Capela vai arbitrar Benfica - Sp.Braga

João Capela é nome do árbitro nomeado para a Supertaça Cândido de Oliveira. O juiz de Lisboa foi o escolhido para o primeiro jogo da época, entre o Benfica e o Sporting de Braga, a realizar no próximo domingo em Aveiro, pelas 20:45.

O Conselho de Arbitragem explicou, em comunicado na página da Federação Portuguesa de Futebol, que recorreu à classificação de árbitros da temporada passada para justificar a escolha do lisboeta João Capela.

Apesar de Artur Soares Dias ter ficado em primeiro lugar, o árbitro do Porto terminou a época a apitar a Taça de Portugal. Assim, o conselho optou pelo segundo classificado que, em conjunto com o facto de nunca ter arbitrado uma Supertaça, o Conselho foi considerado uma "escolha natural".

Como auxiliares terá os assistentes Álvaro Mesquita, de Vila Real, e Pedro Mota, contando ainda com os assistentes de baliza Tiago Martins e Fábio Veríssimo. Pedro Ribeiro será o quarto árbitro.

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.