sicnot

Perfil

Desporto

Comité de Ética da FIFA encerra investigação a Infantino

Reuters

A Comissão de Ética da FIFA anunciou o encerramento do processo de investigação a Gianni Infantino, alegando que o líder do organismo que gere o futebol mundial não violou quaisquer normas éticas.

"Após as investigações preliminares e formais, a câmara de investigação da comissão de ética decidiu encerrar as investigações relacionadas com o presidente da FIFA, Gianni Infantino", refere um comunicado hoje divulgado.

Na base das investigações estiveram viagens privadas realizadas nos primeiros meses da liderança de Infantino e questões relativas ao contrato de trabalho do italo-suíço com a FIFA.

Gianni Infantino foi eleito presidente da FIFA a 26 de fevereiro deste ano, substituindo no cargo Joseph Blatter, entretanto suspenso por seis anos de toda a atividade relacionada com o futebol, devido ao seu envolvimento em escândalos de corrupção.

Lusa

  • António Costa evita perguntas sobre estágios não remunerados
    1:55
  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14