sicnot

Perfil

Desporto

Ronaldo, Bale e Griezmann finalistas na eleição do melhor jogador da UEFA

Reuters

​Cristiano Ronaldo, Gareth Bale e Antoine Griezmann são os três candidatos à eleição do prémio de Melhor Jogador da UEFA na Europa 2015/16. O vencedor será anunciado a 25 de agosto, no Mónaco.

O anúncio foi feito pela UEFA, a partir de uma lista de cinco jogadores votados por um júri de jornalistas de cada uma das 55 federações membro do organismo que tutela o futebol europeu.

Os atletas foram ordenados do primeiro ao quinto, com o primeiro a receber cinco pontos, o segundo quatro e assim sucessivamente.

Os dez jogadores mais votados avançam para a segunda votação, que determinou os três finalistas hoje conhecidos.

O júri irá depois votar novamente para eleger o vencedor, durante o sorteio da fase de grupos da Liga dos Campeões, agendado para 25 de Agosto, no Mónaco.

Os vencedores das edições anteriores foram Lionel Messi (2011, 2015), Andrés Iniesta (2012), Franck Ribéry (2013) e Cristiano Ronaldo (2014), pelo que o avançado português do Real Madrid poderá igualar o craque argentino, com dois troféus conquistados, enquanto Gareth Bale e o avançado francês obterão pela primeira vez o prémio caso sejam os escolhidos.

Renato Sanches (Benfica/Bayern Munique), e Pepe (Real Madrid), que tal como Cristiano Ronaldo, se sagraram em julho campeões europeus, em França, são os outros portugueses a jogar na Europa que receberam votos na eleição inicial.

Em femininos, as finalistas são, Ada Hegerberg (Olympique Lyon), Amandine Henry (Olympique Lyon/Portland Thorns FC) e Dzsenifer Marozsán (FFC Frankfurt/Olympique Lyon).

Lusa

  • Estudante português desaparecido no mar Báltico

    País

    Um jovem português de 21 anos desapareceu na segunda-feira, dia 13 de novembro, enquanto fazia uma viagem de cruzeiro entre a cidade finlandesa de Helsínquia e a capital da Suécia, Estocolmo. As autoridades locais fizeram buscas na madrugada em que Diogo Penalva caiu ao mar Báltico, por volta das duas da manhã.

  • Político indiano oferece 1,3 milhões por decapitação de atriz

    Mundo

    Deepika Padukone é uma das personagens principais do filme que retrata a relação entre uma rainha hindu e um governante muçulmano. O filme enfureceu um político do Governo indiano, que ofereceu 1,3 milhões de euros como recompensa a quem decapitasse a atriz. A polícia já destacou agentes para proteger a atriz, bem como a sua família.