sicnot

Perfil

Desporto

Daniel Mestre vence nona etapa ao sprint, Rui Vinhas mantém liderança

O ciclista português Daniel Mestre (Efapel) venceu este sábado ao sprint a nona etapa da Volta a Portugal, que ligou Alcácer do Sal a Setúbal, na distância de 176,1 quilómetros, tendo sido creonometrado em 4:12.50 horas.

NUNO VEIGA

Daniel Mestre fugiu nos metros finais da tirada e bateu sobre a meta o espanhol Alejandro Marque (LA Alumínios-Antarte), segundo com o mesmo tempo, enquanto o italiano Alessio Taliani (Androni Giocattoli) foi terceiro a três segundos, seguindo-se o pelotão a cinco segundos.

O português Rui Vinhas (W52-FC Porto), que voltou a chegar integrado no pelotão, manteve a camisola amarela, com 2.25 minutos de vantagem para o espanhol e seu colega de equipa Gustavo Veloso e 2.53 para o seu compatriota Daniel Silva (Rádio Popular Boavista), segundo e terceiro classificados, respetivamente.

  • Militares da GNR saem hoje à rua em protesto

    País

    A Associação dos Profissionais da Guarda (APG/GNR) e a Associação Nacional de Sargentos da Guarda (ANSG) realizam esta quarta-feira uma ação de protesto em Lisboa devido "à falta de resposta" do Governo às principais reivindicações.

  • José Oliveira Costa, o rosto do buraco financeiro do BPN
    3:04

    País

    José Oliveira Costa foi o homem forte do BPN durante 10 anos e tornou-se o rosto do gigantesco buraco financeiro. Manteve-se em silêncio durante todo o julgamento, mas falou aos deputados da comissão de inquérito, para negar qualquer envolvimento no escândalo que fez ruir o BPN.

  • Marcelo termina hoje visita de Estado ao Luxemburgo

    País

    O Presidente da República, Marcelo Rebelo de Sousa, termina esta quarta-feira a visita de Estado de dois dias ao Luxemburgo com uma agenda dedicada a projetos em que estão envolvidos portugueses, além de um almoço com o primeiro-ministro luxemburguês.

  • Filhos tentam anular casamento de pai de 101 anos

    País

    O casamento de um homem de 101 anos com uma mulher com metade da idade, em Bragança, está a ser contestado judicialmente pelos filhos do idoso, que acusam aquela que era empregada da família de querer ser herdeira.