sicnot

Perfil

Desporto

Inter de Milão rescinde com Mancini por mútuo acordo

Reuters

O Inter de Milão e o treinador italiano Roberto Mancini rescindiram o contrato que os ligava, por mútuo acordo, anunciou hoje o clube que terminou a Série A da época passada no quarto lugar.

"O FC Internazionale Milano confirma que rescindiu contrato com o treinador da equipa principal Roberto Mancini por mútuo acordo", informou em comunicado o clube milanês, que falhou a qualificação para a Liga dos Campeões desta temporada.

O presidente do Inter, o indonésio Erik Thohir, e os novos proprietários chineses do clube tomaram a decisão de rescindir com Mancini depois de o técnico ter rejeitado uma proposta de renovação do contrato que expirava em 2017.

Os mesmos responsáveis da equipa milanesa, que a comunicação social transalpina indica pretenderem contratar o holandês Frank de Boer para o comando da equipa principal de futebol, ficaram também desagradados com a política de contratações para a época 2016/2017, considerando-a inadequada.

Lusa

  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Sócrates acusa Cavaco de conspiração
    0:57
  • Vulcão Etna em erupção
    1:34
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.