sicnot

Perfil

Desporto

Governo russo e FIFA preocupados com construção do estádio de São Petersburgo

© Maxim Shemetov / Reuters

O Governo russo e a FIFA estão preocupados com a disputa contratual em torno do estádio do São Petersburgo, um dos recintos-chave do Mundial de futebol de 2018, admitiu hoje o ministro dos Desportos, Vitaly Mutko.

"Estamos seriamente preocupados com a construção do estádio de São Petersburgo", disse Mutko, indicando que o presidente Vladimir Putin "assumiu o controlo" da situação, motivada pelo diferendo entre as autoridades de São Petersburgo e a empresa responsável pela construção do estádio.

Os trabalhos no recinto, de aspeto futurista, com capacidade para 68.000 espetadores, estão parados desde julho, o que levanta dúvidas sobre a sua conclusão a tempo de receber a Taça das Confederações, na qual vai participar Portugal, na qualidade de campeão europeu.

"Em outubro, visitaremos São Petersburgo em conjunto com representantes da FIFA e, nessa altura, tomaremos uma decisão", sobre a utilização do recinto na Taça das Confederações, assinalou o ministro russo dos Desportos.

O estádio de São Petersburgo, cuja construção se iniciou em 2007, deve receber quatro jogos da competição, marcada para junho de 2017, incluindo a final, estando prevista a sua utilização em sete partidas do Mundial de 2018, entre as quais uma meia-final e o jogo de atribuição do terceiro e quarto lugares.

Lusa

  • Militares tentam acabar com guerra entre traficantes na Rocinha, Rio de Janeiro
    3:07

    Mundo

    As últimas horas têm sido de tensão no Rio de Janeiro depois dos tiroteios que começaram desde que uma das principais favelas da cidade foi ocupada por militares na sexta-feira. As forças federais foram acionadas para auxiliarem a polícia, que há vários dias tenta acabar com a guerra entre fações de traficantes de droga.

  • Irão lança míssil de médio alcance
    1:13

    Mundo

    Três dias depois do discurso hostil de Donald Trump nas Nações Unidas, o Irão testou um novo míssil de médio alcance que atingiu uma altura de dois mil quilómetros. Teerão diz que o teste não viola o acordo nuclear.

  • Trump renovou as ameaças à Coreia do Norte
    1:30
  • Atrás das Câmaras em Pedrógão Grande
    3:37
    Atrás das Câmaras

    Atrás das Câmaras

    DIARIAMENTE NA SIC E SIC NOTÍCIAS

    A carrinha do "Atrás das Câmaras" continua pelo país a mostrar aquilo que alguns políticos ignoram. Este sábado a equipa da SIC esteve em Pedrógão Grande, 99 dias após o incêndio que fez 64 mortos e 200 feridos.

  • Morreu Charles Bradley, uma das lendas do soul

    Cultura

    O cantor Charles Bradley morreu este sábado aos 68 anos. O músico norte-americano foi diagnosticado com cancro no ano passado. A notícia da morte foi confirmada na página oficial do cantor no Facebook.