sicnot

Perfil

Desporto

Governo grego adia início do campeonato de futebol por temer atos de violência

O governo grego decidiu esta quinta-feira adiar pelo menos duas semanas o início do campeonato de futebol, previsto para este fim de semana, por temer atos de violência na contestação à posição da federação sobre a nomeação de árbitros.

De acordo com um relatório policial, há razões suficientes para adiar a competição, como forma de "prevenir a alteração da ordem pública, segurança e paz social", refere em comunicado o vice-ministro do Desporto, Stavros Kontonis.

As autoridades asseguram que a abertura da Super League (primeira divisão), inicialmente prevista para o próximo sábado, só será possível para depois de 05 de setembro.

Stavros Kontonis sugeriu, na semana passada, a criação de uma administração temporária especial para a Federação de Futebol Grega, que culpou por não ter mantido a promessa de mudar o sistema de nomeação dos árbitros, apesar da recente mediação da UEFA.

Três dos principais clubes gregos, Panathinaikos, AEK Atenas e PAOK Salonika, também ameaçaram boicotar o início da competição, se a federação mantiver sob a sua alçada a nomeação dos árbitros.

Lusa

  • Dez feridos ligeiros em naufrágio de embarcação em Cascais

    País

    Uma embarcação de recreio com 10 pessoas a bordo naufragou ao largo da Parede, na linha de Cascais. Todos os tripulantes foram resgatados pelas autoridades marítimas e bombeiros e apresentam escoriações ligeiras e sinais de hipotermia. O barco foi entretanto retirado da água e a marginal continua cortada ao trânsito.

  • PS apresenta Lei de Bases da Habitação para abrir debate sobre habitação acessível
    1:19

    Economia

    O PS quer avançar com uma Lei de Bases da Habitação. A proposta apresentada esta quinta-feira propõe a requisição de casas devolutas para habitação e apoios concretos para o arrendamento a preços acessíveis. O líder parlamentar do PS, Carlos César, diz que é tempo de abrir um debate sobre a habitação que acredita que pode resultar numa Lei ainda na atual legislatura.

  • A morte anunciada da ETA

    Mundo

    A organização separatista basca ETA vai anunciar a sua dissolução em 05 de maio, durante uma cerimónia marcada para Bayona, no País Basco francês, disseram à agência Efe fontes conhecedoras do processo.