sicnot

Perfil

Desporto

Rússia perde prata dos 4x400 m de Pequim 2008

A estafeta feminina russa de 4x400 metros vai ser desapossada da medalha de ouro olímpica de Pequim2008, anunciou esta sexta-feira o Comité Olímpico Internacional, por causa de uma reanálise de doping positiva a uma das atletas.

O COI anunciou mais três casos positivos de russos nos Jogos de há oito anos, sendo que o caso de Anastasia Kapachinskaya, afeta a medalha do coletivo de velocistas. A reanálise de Kapachinskaya revelou estanozol e turibanol, dois esteroides proibidos.

"A classificação da prova deverá em consequência ser modificada pela Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF)", esclarece o COI. Assim, a Jamaica sobe a prata e a Bielorrússia fica com o bronze.

O quinto lugar de Kapachinskaya nos 400 metros em Pequim2008 também é anulado.

Os outros dois casos agora conhecidos são os de Alexander Pogorelov, quarto no decatlo - também por turibanol - e Yvan Yushkov, 10.º no peso, por esteroides não especificados.

Segundo o COI anunciou pouco antes do Rio2016, haverá 98 atletas com controlos positivos em Pequim2008 e Londres2012, nas reanálises. Os atletas em questão ainda em atividade foram excluídos destes Jogos, enquanto os outros terão os resultados anulados.

Foram reanalisadas 1.243 amostras colhidas em 2008 e 2012, à luz de novos métodos científicos.

Esta é a segunda vez que a Rússia perde uma medalha nestas condições, esta semana: terça-feira soube-se do caso de outra velocista, Yulia Tchermochanskaya, o que implicou a perda do título de 4x100 metros em benefício da Bélgica.

Na emana passada, o ucraniano Oleksandr Pyatnytsya, vice-campeão do dardo em 2012, ficou a saber que também era desclassificado e obrigado a entregar a medalha.

Lusa

  • Bomba encontrada na Nazaré pode ter sido largada durante 2.ª Guerra Mundial
    2:26

    País

    A bomba que esta segunda-feira veio nas redes de um arrastão na Nazaré já foi detonada. O engenho explosivo foi identificado como uma bomba de avião por especialistas da Marinha, que eliminaram também o perigo equivalente a 600 quilogramas de TNT. A bomba sem qualquer inscrição tinha um desgaste evidente e, segundo a Marinha, pode ter sido largada de um avião durante a 2.ª Guerra Mundial.

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • ONU estima que mais 750 mil civis estejam em risco na cidade de Mossul
    1:39

    Mundo

    As Nações Unidas estimam que mais 750 mil civis estejam em risco na zona ocidental de Mossul, no Iraque. Mais de 10 mil pessoas fugiram da zona ocidental da cidade nos últimos quatro dias. Enquanto a população tenta escapar ao fogo cruzado, as forças iraquianas avançam sobre a cidade ainda controlada pelo Daesh.