sicnot

Perfil

Desporto

Spalletti diz que a Roma "esperou oito meses" pelo jogo com o FC Porto

O treinador da Roma, Luciano Spalletti, afirmou esta segunda-feira que a equipa italiana "esperou oito meses" pelo confronto de acesso à Liga dos Campeões em futebol, que disputará na terça-feira frente ao FC Porto, no seu estádio.

"Foi para este jogo que trabalhámos durante esse tempo, pois é-nos vital, na medida em que nos abre as portas à mais prestigiada competição da atualidade", referiu o técnico transalpino, na véspera da segunda mão da terceira pré-eliminatória, que se sucede ao empate a uma bola, no Dragão, na semana passada.

Spalletti afirmou, na conferência de imprensa hoje realizada, que os seus jogadores "devem ser inteligentes e fazer o seu trabalho (...), sem temer o destino, mas a querer determiná-lo".

"Vamos entrar de cabeça erguida e tentar vencer o nosso adversário, em vez de esperarmos pela sua inciativa", afirmou o italiano, tendo em conta que os romanos se encontram em vantagem, graças ao golo marcado fora de casa.

Para Luciano Spalletti, a Roma "pode fazer melhor", apesar de estar no início da temporada e deu como exemplo a primeira parte do jogo do fim de semana, frente à Udinese, em que não marcou qualquer golo, ao contrário do que fez no segundo período, em que marcou quatro: "Devemos encontrar maior equilíbrio nos nossos processos de jogo e na velocidade que devemos usar nos vários momentos de jogo."

O jogo, que se realizará no Estádio Olímpico de Roma, às 19:45, será arbitrado pelo polaco Szymon Marciniak.

Lusa

  • Cinco anos depois do incêndio na Serra do Caldeirão
    5:24
  • Destaques económicos que marcaram a semana
    2:03

    Economia

    A semana ficou marcada pela tragédia provocada pelos incêndios no centro do país. No entanto importa olhar para o que se passou noutras áreas e fazer um resumo das notícias relacionadas com a economia. 

  • Martin Schulz ataca Merkel a três meses das legislativas

    Mundo

    O social-democrata alemão Martin Schulz passou este domingo à ofensiva, a três meses das eleições legislativas, ao acusar Angela Merkel de "arrogância" e de sabotar a "democracia", quando as sondagens apontam para uma larga vantagem da chanceler da Alemanha.

  • Martha, a cadela mais feia do mundo
    0:42

    Mundo

    A cadela Martha, de raça mastim napolitano ficou em primeiro lugar na edição anual do concurso que elege os cães mais feios do mundo. A cadela tem três anos, pesa 57 quilos e foi resgatada pela dona quando estava praticamente cega. Acabou por recuperar a visão depois de várias operações. Martha e a dona receberam um prémio de 1.500 dólares e uma viagem a Nova Iorque para marcarem presença em programas de televisão.