sicnot

Perfil

Desporto

Cristiano Ronaldo admite que 2015/16 foi a sua melhor época em troféus

Cristiano Ronaldo admitiu ao site da UEFA que a época 2015/16, na qual foi Campeão da Europa por Portugal e pelo Real Madrid, foi a "melhor" da sua carreira quanto a "troféus".

"Se falamos de troféus, possivelmente foi a melhor temporada da minha carreira. Depois de vencer a 'Champions', foi o Euro2016 pelo meu país. Tive um ano extraordinário, tanto a nível individual como coletivo, pois fui o melhor marcador da Liga dos Campeões e fiz um bom Europeu. Sem dúvida que foi uma boa época para mim", admitiu.

Cristiano Ronaldo é o favorito ao troféu de melhor jogador da Europa, que é atribuído na quinta-feira pela UEFA, numa 'luta' com o galês Gareth Bale, companheiro de equipa no Real Madrid, e Antoine Griezmann, internacional francês do Atlético de Madrid.

"Antes do Euro2016, ninguém esperava nada de Portugal. Passámos a fase de grupos, os quartos de final e desde aí encarámos tudo o que faltava como um extra. Para ser honesto, não pensava que pudéssemos vencer, mas jogo a jogo fui acreditando cada vez mais que era possível. E, no fim, merecemos, jogámos como equipa e os nossos jogadores devem ser felicitados", vincou.

No êxito luso, destacou Pepe, companheiro no Real Madrid: "Esteve fantástico. Foi magnífico este ano. Talvez tenha sido a sua melhor época. Foi um dos melhores jogadores de Portugal".

Ronaldo recordou também o 11.º título de campeão da Europa do Real Madrid, em troféu decido no desempate por penaltis com o Atlético de Madrid, e no qual o português marcou o castigo decisivo.

"Foi algo incrível. Novamente frente ao Atlético de Madrid, que é uma grande equipa e mereceu também ter vencido a Liga dos Campões, mas o Real Madrid foi melhor. Tivemos alguma sorte nos penaltis, já que é sempre uma lotaria. Foi o final perfeito para uma época difícil, na qual fomos capazes de ganhar o maior número possível de troféus de clubes", completou.

Cristiano destacou o papel o treinador francês Zinedine Zidane no êxito alcançado, depois de ter substituído, durante a época, o espanhol Rafael Benítez.

"Zidane foi a chave. É um grande profissional, uma grande pessoa e, na minha opinião, a sua maior qualidade é saber transmitir calma aos jogadores. Era isso que precisávamos e desde que chegou fomos do zero aos 100", concluiu.

Lusa

  • A fuga dos PIDES
    1:16

    Perdidos e Achados

    Ao final do dia 29 de Junho de 1975, 89 agentes da PIDE fugiam da cadeia de Vale de Judeus, em Alcoentre. Mais de 40 anos depois, Perdidos e Achados recupera um dos acontecimentos do Verão Quente em Portugal. Hoje no Jornal da Noite e conteúdos exclusivos no site.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Casa Madonna di Fatima em Roma é um lar de idosos com 9 irmãs portuguesas
    4:29

    Mundo

    A mais antiga igreja dedicada à Senhora de Fátima em Roma tem mais de 50 anos. Foi construída pelas franciscanas hospitaleiras do Imaculado Coração, uma congregação fundada em Portugal. Hoje, as religiosas portuguesas gerem um lar na mesma rua, mas o templo foi entregue a uma congregação italiana.