sicnot

Perfil

Desporto

Cristiano Ronaldo admite que 2015/16 foi a sua melhor época em troféus

Cristiano Ronaldo admitiu ao site da UEFA que a época 2015/16, na qual foi Campeão da Europa por Portugal e pelo Real Madrid, foi a "melhor" da sua carreira quanto a "troféus".

"Se falamos de troféus, possivelmente foi a melhor temporada da minha carreira. Depois de vencer a 'Champions', foi o Euro2016 pelo meu país. Tive um ano extraordinário, tanto a nível individual como coletivo, pois fui o melhor marcador da Liga dos Campeões e fiz um bom Europeu. Sem dúvida que foi uma boa época para mim", admitiu.

Cristiano Ronaldo é o favorito ao troféu de melhor jogador da Europa, que é atribuído na quinta-feira pela UEFA, numa 'luta' com o galês Gareth Bale, companheiro de equipa no Real Madrid, e Antoine Griezmann, internacional francês do Atlético de Madrid.

"Antes do Euro2016, ninguém esperava nada de Portugal. Passámos a fase de grupos, os quartos de final e desde aí encarámos tudo o que faltava como um extra. Para ser honesto, não pensava que pudéssemos vencer, mas jogo a jogo fui acreditando cada vez mais que era possível. E, no fim, merecemos, jogámos como equipa e os nossos jogadores devem ser felicitados", vincou.

No êxito luso, destacou Pepe, companheiro no Real Madrid: "Esteve fantástico. Foi magnífico este ano. Talvez tenha sido a sua melhor época. Foi um dos melhores jogadores de Portugal".

Ronaldo recordou também o 11.º título de campeão da Europa do Real Madrid, em troféu decido no desempate por penaltis com o Atlético de Madrid, e no qual o português marcou o castigo decisivo.

"Foi algo incrível. Novamente frente ao Atlético de Madrid, que é uma grande equipa e mereceu também ter vencido a Liga dos Campões, mas o Real Madrid foi melhor. Tivemos alguma sorte nos penaltis, já que é sempre uma lotaria. Foi o final perfeito para uma época difícil, na qual fomos capazes de ganhar o maior número possível de troféus de clubes", completou.

Cristiano destacou o papel o treinador francês Zinedine Zidane no êxito alcançado, depois de ter substituído, durante a época, o espanhol Rafael Benítez.

"Zidane foi a chave. É um grande profissional, uma grande pessoa e, na minha opinião, a sua maior qualidade é saber transmitir calma aos jogadores. Era isso que precisávamos e desde que chegou fomos do zero aos 100", concluiu.

Lusa

  • Derrocada de muro em Lisboa obriga à retirada de 40 pessoas de 5 prédios
    2:14

    País

    Os moradores de três prédios de Lisboa não podem regressar tão cedo a casa. Durante a madrugada, a derrocada de um muro obrigou à retirada de 40 pessoas de cinco edifícios. Um dos inquilinos sofreu ferimentos ligeiros. Entretanto, a maioria dos residentes já foi realojada em casas de familiares e num hotel.

  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22

    País

    Num momento em que por cá se fala de claustrofobia democrática, a Europa e os Estados Unidos desdobram-se em elogios ao sucesso da maioria de Esquerda em Portugal. A palavra "geringonça" já tem até tradução em várias línguas.

  • O Nokia 3310 está de volta
    1:16

    Economia

    A Nokia chegou a ser uma das maiores empresas do mundo devido ao fabrico de telemóveis. Caiu, mas acaba de fazer renascer um dos sucessos de vendas do início do milénio. O anúncio foi feito este domingo, em Barcelona.