sicnot

Perfil

Desporto

Manchester City confirma apuramento na Champions

O Manchester City confirmou esta quarta-feira a presença na fase de grupos da Liga dos Campeões de futebol, com novo triunfo sobre o Steaua Bucareste, assim como Rostov e Borussia Moenchengladbach, que golearam da segunda mão do play-off.

Depois do triunfo por 5-0 na Roménia, o treinador dos citizens, o espanhol Pep Guardiola, descansou grande parte dos habituais titulares, mas, mesmo assim, alcançou nova vitória, por 1-0, com um golo de Delph, aos 56 minutos.

Na baliza, Joe Hart foi titular naquele que poderá ter sido o seu último jogo com a camisola do Manchester City. Com a chegada de Guardiola e agora com a iminente contratação de Claudio Bravo, o internacional inglês deverá abandonar um emblema que representa há quase uma década.

Pela primeira vez na fase de grupos da Champions vai estar o Rostov, equipa russa que bateu em casa o Ajax, por 4-1, depois do 1-1 registado na Holanda.

Com um golo e duas assistências, Erokhin foi a figura da partida. O médio marcou aos 52 minutos e fez o passe decisivo nos tentos de Azmoun, aos 32, e Poloz, aos 66. Aos 60, o venezuelano Noboa também marcou.

Já nos instantes finais, aos 84 minutos, Klaassen reduziu para o Ajax, de grande penalidade, num lance que também resultou na expulsão de Kudryashov.

Após ganhar na Suíça, por 3-1, o Borussia Monchengladbach esmagou o Young Boys, por 6-1, com o brasileiro Raffael e o belga Thorgan Hazard a assinarem ambos um hat-trick. O francês Ravet fez o tento de honra dos helvéticos.

Com Nuno Morais a titular, o APOEL Nicósia esteve na luta pelo regresso à Champions, mas acabou por sofrer um golo a quatro minutos do fim, que ditou a passagem do FC Copenhaga (1-1).

A segunda mão iniciou-se com os dinamarqueses em vantagem (1-0 no primeiro duelo), Soteriou empatou a eliminatória, aos 69 minutos, mas o paraguaio Santander chutou os cipriotas para a Liga Europa, aos 86.

Com o guarda-redes português Eduardo a titular, o Dínamo Zagreb esteve perto da eliminação, mas acabou por dar a volta ao marcador e bateu o Salzburgo, por 2-1, após prolongamento.

Depois do 1-1 registado na Croácia, Lazaro colocou os austríacos na frente da eliminatória, aos 22 minutos, mas o chileno Fernandes levou a decisão para o prolongamento, aos 87. Aos 95, o argelino Soudani (ex-Vitória de Guimarães) resolveu a questão.

O sorteio da fase de grupos da Liga dos Campeões está agendado para quinta-feira, no Mónaco. Benfica, Sporting e FC Porto já tinham assegurado presença.

Lusa

  • Ronaldo terá colocado milhões de euros nas Ilhas Virgens britânicas
    4:15

    Desporto

    José Mourinho e Cristiano Ronaldo são apenas dois dos nomes da maior fuga de informação na história do desporto. A plataforma informática Football Leaks forneceu milhões de documentos à revista alemã Der Spiegel, entre os quais documentos que indicam que o capitão da seleção nacional terá colocado milhões de euros da publicidade nas Ilhas Virgens britânicas. Os dados foram analisados por um consórcio de 60 jornalistas, do qual o Expresso faz parte, numa investigação que pode ler este sábado no semanário.

  • Obama diz que Guterres "tem uma reputação extraordinária"
    1:38

    Mundo

    António Guterres diz que vai trabalhar com Barack Obama e também com Donald Trump, na reforma das Nações Unidas. O futuro secretário-geral da ONU foi recebido por Obama, na Casa Branca, onde recebeu vários elogios do presidente norte-americano.

  • Mãe do guarda-redes da Chapecoense comove o Brasil
    1:37
  • Dezenas de mortos em bombardeamentos do Daesh em Mossul

    Daesh

    Dezenas de civis, entre os quais várias crianças, morreram e outros ficaram feridos em ataques de morteiro efetuados pelo grupo extremista Daesh em Mossul, disse à agência Efe o vice-comandante das forças antiterroristas iraquianas.

  • Morreu o palhaço que fazia rir as crianças de Alepo

    Mundo

    Anas al-Basha, mais conhecido como o Palhaço de Alepo, morreu esta terça-feira durante um bombardeamento aéreo na zona dominada pelos rebeldes. O funcionário público mascarava-se de palhaço para ajudar a trazer algum conforto e alegria às crianças sírias, que vivem no meio de uma guerra civil.