sicnot

Perfil

Desporto

Patrícia Mamona em quarto lugar no triplo salto do meeting de Lausana

A portuguesa Patrícia Mamona, sexta classificada no triplo salto dos Jogos Olímpicos, regressou esta quinta-feira à competição no meeting de atletismo de Lausana, da Liga Diamante, terminando em quarto lugar, com um salto de 14,05 metros.

O concurso foi totalmente dominado pela colombiana Caterine Ibarguen, campeã olímpica e mundial, com dois saltos excecionais para lá dos 14,70 metros, o melhor dos quais a 14,76.

Na segunda posição ficou a cazaque Olga Rypakova (bronze no Rio2016) e em terceiro a grega Paraskevi Papachristou, com 14,18.

Atrás da portuguesa ficaram a ucraniana Olha Saladuka (13,95), a jamaicana Kimberly Williams (13,75) e a ucraniana Ruslana Tsykhotska (13,54). A alemã Jenny Elbe, anunciada para o meeting, não competiu.

A próxima prova da Liga Diamante é já no sábado, em Paris, sendo que a prova de triplo salto feminino não se disputa, mas sim a do setor masculino, com Nelson Évora (sexto no Rio2016) entre os inscritos.

Lusa

  • Incêndios causaram 76 feridos no espaço de uma semana
    0:34

    País

    No espaço de uma semana, 76 pessoas ficaram feridas, incluindo seis com gravidade, durante os incêndios florestais. Na conferência de imprensa desta tarde, a Proteção Civil explicou que há cinco planos municipais de emergência ativos por causa das chamas.

  • Marine devolve bandeira do Japão 73 anos depois 
    2:13

    Mundo

    Setenta e três anos depois da batalha mais sangrenta do Pacífico, um veterano dos Estados Unidos cumpriu uma promessa pessoal. Marvin Strombo devolveu à família a bandeira da sorte de um soldado japonês, morto em 1944, em Saipan, na II Guerra Mundial. 

  • Autoridades usam elefantes para resgatar pessoas das cheias na Ásia
    1:31

    Mundo

    Mais de 215 pessoas morreram nas inundações que estão a devastar o centro da Ásia, e estima-se que três milhões tiveram de abandonar as casas. As autoridades estão a usar elefantes para resgatar locais e turistas das zonas mais afetadas e avisam que há dezenas de pessoas desaparecidas.