sicnot

Perfil

Desporto

Treinador do Leicester afasta favoritismo mas promete luta na Champions

O treinador do Leicester City, o italiano Claudio Ranieri, afastou qualquer favoritismo no Grupo G da Liga dos Campeões de futebol, mas admitiu que a sua equipa vai entrar em campo para vencer todos os jogos.

"Mais uma vez vou dizer que não somos favoritos. Longe disso. Por esta razão, temos de lutar por tudo. Quero ver os meus jogadores a lutarem contra os melhores da Europa", afirmou Ranieri, assumindo que está "curioso" em ver a sua equipa atuar ao nível da Champions.

Estreante na competição depois de ter conquistado a Liga inglesa na última temporada, o Leicester City vai defrontar o FC Porto, Copenhaga e Club Brugge no Grupo G.

"Temos uma grande oportunidade para mostrar a nossa qualidade. Temos três deslocações difíceis, mas também sei que nos três jogos em casa podemos fazer qualquer coisa de especial", disse o treinador italiano em declarações ao site oficial do Leicester City.

Ranieri, de 64 anos, está "ansioso" para iniciar uma nova "viagem" na Liga dos Campeões e garantiu que os "foxes" estão na Champions para lutar.

"Peço aos jogadores e aos adeptos para desfrutarem desta viagem dando tudo nos jogos. Vai ser difícil, muito difícil, mas estamos aqui para ganhar jogos", frisou.

A fase de grupos da Liga dos Campeões, com a participação de Benfica, Sporting e FC Porto, arranca a 13 de setembro e termina a 07 de setembro.

Lusa

  • "Putin é uma ameaça maior do que o Daesh"
    0:24

    Mundo

    O senador norte-americano John Mccain atacou Vladimir Putin dizendo que é uma ameaça maior do que o Daesh. O antigo candidato à Casa Branca acusa a Rússia de querer destruir a democracia ao tentar manipular o resultado das presidenciais dos Estados Unidos.

  • "Não podemos fazer de Lisboa uma cidade para turistas"
    2:44

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no Jornal da Noite da SIC, o mandato de Fernando Medina na Câmara de Lisboa. O comentador da SIC defendeu que o autarca tem "muitos problemas por resolver" e que a Câmara tem investido "mais na recuperação de zonas em que os lisboetas praticamente não conseguem ir". Sousa Tavares disse ainda que Lisboa não pode ser uma cidade para turistas.

    Miguel Sousa Tavares

  • "É muito importante ceder à tentação de se abolir a liberdade"
    1:06
  • Menos casos de sida em Portugal
    1:44