sicnot

Perfil

Desporto

UEFA vai distribuir 1.300 milhões na "Champions" e Supertaça Europeia

Os clubes participantes na Liga dos Campeões 2016/17 e na Supertaça Europeia vão receber mais de 1.300 milhões de euros, anunciou a UEFA, podendo um só clube vir a encaixar 57,2 milhões de euros.

O valor a distribuir pelos clubes tem por base, segundo aquele organismo, uma estimativa de receita comercial bruta das três provas de clubes em 2016/17 - Liga dos Campeões, Liga Europa e Supertaça Europeia - de cerca de 2.350 milhões de euros.

Desse total, 12% (282 milhões de euros) serão deduzidos para cobrir custos administrativos e de organização das competições e 8,5% (quase 200 milhões de euros) serão destinados a pagamentos de solidariedade.

Da receita líquida resultante de 1.860 milhões de euros, 8% serão reservados para o futebol europeu e ficarão em posse da UEFA, enquanto os outros 92% serão distribuídos pelos clubes participantes.

Feitas as deduções, o montante total disponível para distribuição pelos clubes participantes em 2016/17 é 1.718 milhões de euros, dos quais 1.318 milhões serão destinados às equipas envolvidas na Liga dos Campeões e na Supertaça Europeia.

Cada um dos 32 clubes presentes na fase de grupos recebe um prémio base de 12,7 milhões, a que acrescem prémios de desempenho na fase de grupos de 1,5 milhões de euros por vitória e 500 mil por empate.

Quem atingir os oitavos de final recebe mais seis milhões de euros. Pela participação nos 'quartos' mais 6,5 milhões, enquanto os quatro semifinalistas auferem mais 7,5 milhões.

O vencedor da Liga dos Campeões ganha 15,5 milhões e o finalista vencido 11, incluindo já a sua parte da receita da venda de bilhetes da final (não será paga nenhuma verba suplementar aos finalistas em resultado da bilhética, como era habitual no passado).

Feitas as contas, o campeão europeu poderá receber, no máximo, 57,2 milhões de euros, não incluindo eventuais verbas do 'play-off' e o valor de cada mercado respeitante às transmissões televisivas ('market pool').

No que se refere à Supertaça Europeia de 2016, o Real Madrid irá receber quatro milhões de euros, enquanto o finalista vencido (Sevilha) fica com três milhões.

Lusa

  • Os adversários das equipas portuguesas

    Desporto

    Já são conhecidos os adversários do Benfica, FC Porto e Sporting na Liga dos Campeões. No grupo B, o Benfica vai defrontar o Nápoles e o Dínamo de Kiev. No grupo F, o Sporting vai defrontar o Real Madrid e o Dortmund. O Futebol Clube do Porto está no grupo G com o Leicester e o Club Brugge.

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.