sicnot

Perfil

Desporto

Manuel Machado quer prolongar jejum de vitórias do Benfica na Choupana

O treinador do Nacional, disse esta sexta-feira que a equipa está motivada para impor no sábado a primeira derrota ao Benfica no campeonato e que há seis anos não vence na Choupana.

O Nacional, 16.º classificado, ainda sem pontos, mas com menos um jogo, recebe no sábado à noite, 20:30, o tricampeão nacional Benfica, quarto colocado, com quatro pontos, em jogo da terceira jornada da I Liga portuguesa de futebol, que será arbitrado por Artur Soares Dias.

"Vamos defrontar o campeão nacional e isso diz muito da qualidade do adversário que vamos ter pela frente, que, com toda a certeza quererá somar os três pontos. Os meus jogadores, têm consciência do que significa defrontar um adversário como o Benfica, mas a nossa motivação é muito grande, por isso, não nos move outra ideia que não seja criar dificuldades ao Benfica e tentar vencer o jogo", destacou Manuel Machado, na conferência de antevisão ao jogo.

Depois de ter cedido os primeiros pontos, ao empatar (1-1), em casa, frente ao Vitória de Setúbal, na última jornada, Machado reconhece que uma equipa como a do Benfica, muito dificilmente cederá pontos em duas jornadas consecutivas.

"A equipa está bem e a derrota sofrida em Arouca (na semana passada), não nos abalou. Trabalhámos bem durante a semana e agora teremos outras 'armas' referindo-se aos regressos de Tobias Figueiredo e Salvador Agra, que regressaram ao clube, depois de terem participado nos Jogos Olímpicos, ao serviço da seleção nacional.

O treinador do Nacional desvalorizou ainda a ausência por lesão do melhor marcador do Benfica, Jonas.

"Independentemente do onze, a equipa do Benfica será sempre de qualidade, por isso, o Benfica não se prende à ausência de um só jogador", considerou o técnico dos insulares.

Lusa

  • O resgate dos passageiros do naufrágio em Cascais
    1:48
  • É importante que "as pessoas não tenham medo" de denunciar o tráfico humano
    0:48

    País

    Manuel Albano, relator nacional para o tráfico de pessoas, concorda com a ideia de que é necessário continuar a investir na inspeção e na fiscalização para travar o tráfico de seres humanos, mas rejeita a denúncia do sindicato dos trabalhadores do SEF, que esta quinta-feira alertou para a "falta de controlo".

  • Trocar a economia pela dança
    7:21
  • Salas de consumo assistido previstas na lei há 17 anos
    3:01
  • O que faz um guaxinim às duas da manhã num quartel de bombeiros?

    Mundo

    Os animais são muitas vezes os protagonistas de histórias incríveis ou até insólitas. Desde o cão mais pequeno ao urso mais assustador. Desta vez, o principal interveniente é um guaxinim, que foi levado até um quartel de bombeiros por uma dona muito preocupada. Porquê? O animal estava sob o efeito de drogas.

    SIC

  • "Por vezes até as princesas da Disney ficam apavoradas"

    Mundo

    A atriz norte-americana Patti Murin foi esta semana elogiada nas redes sociais por se preocupar com a sua saúde mental e não ter problemas em falar sobre o assunto. A artista faltou a um espetáculo da Disney, onde ia atuar, devido a um ataque de ansiedade.

    SIC

  • Presidente do Uganda quer proibir sexo oral

    Mundo

    O Presidente do Uganda emitiu um aviso público durante um conferência de imprensa anunciando que vai banir a prática de sexo oral no país. Yoweri Museveni justifica o ato, explicando que "a boca serve para comer".

    SIC