sicnot

Perfil

Desporto

Pepe e Modric regressam aos convocados do Real Madrid

O português Pepe e o croata Luka Modric são as novidades na convocatória do Real Madrid, que continua privado do futebolista português Cristiano Ronaldo, para o jogo com o Celta de Vigo, da segunda jornada do campeonato espanhol.

O avançado continua a recuperar da lesão sofrida na final do Euro2016, na qual Portugal venceu a anfitriã França por 1-0, após prolongamento, cuja participação levou também a que Pepe falhasse grande parte do trabalho de pré-época do clube madrileno.

Além do defesa internacional português, também Modric está em condições de ser utilizado pelo treinador Zinedine Zidane, depois de ter falhado o encontro da primeira jornada da prova (vitória por 3-0 sobre a Real Sociedad), devido a suspensão.

O técnico francês continua privado do defesa português Fábio Coentrão, o guarda-redes costa-riquenho Keylor Navas, o avançado francês Karim Benzema e o médio Isco, todos lesionados, tal como Ronaldo, a principal referência do Real Madrid.

Lusa

  • Pepe integra treino do Real Madrid

    Desporto

    O futebolista internacional português Pepe integrou esta terça-feira o treino do Real Madrid, de preparação para o jogo com o Celta de Vigo, do qual estiveram ausentes Sergio Ramos e o galês Gareth Bale.

  • À redescoberta da Madeira, 16 anos depois
    1:59
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.