sicnot

Perfil

Desporto

Atleta polaco leiloa medalha de prata a favor de menino com raro cancro

O atleta polaco Piotr Malachowski vendeu a medalha de prata que conquistou no lançamento do disco nos Jogos Rio2016, para ajudar um menino de três anos que sofre de cancro do olho.

"Fiz tudo o que estava ao meu alcance para a conseguir [medalha de ouro]. Infelizmente, desta vez, não funcionou. Mas o destino deu-me a oportunidade de aumentar o valor da minha 'prata'", escreveu no Facebook.

Piotr Malachowski lançou um apelo para angariação de fundos para Olek Szymanski, um menino que sofre de um raro cancro que apenas atinge crianças com menos de cinco anos.

O atleta lançou um leilão no www.charytatywni.allegro.pl, um portal que ajuda organizações não-governamentais a recolher fundos para os seus objetivos de caridade.

O objetivo era angariar verbas para enviar para o pequeno Olek Szymanski para ser tratado nos Estados Unidos, porque a Polónia carece da tecnologia necessária para lidar com a doença.

A operação ao olho do menino custará 125 mil dólares norte-americanos.

Na quarta-feira, Piotr Malachowski -- que também foi prata nos Jogos de Pequim2008 -- escreveu no Facebook que a missão tinha sido um sucesso, indicando que Dominika e Sebastian Kulczyk, herdeiros do falecido milionário polaco Jan Kulczyk, tinham comprado a sua medalha ao fazer a oferta mais elevada.

"Fomos capazes de mostrar que juntos podemos fazer milagres. A minha medalha de prata vale hoje muito mais do que valia há uma semana", afirmou o atleta.

Lusa

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.