sicnot

Perfil

Desporto

Chelsea é o líder provisório da Liga inglesa

O Chelsea assumiu este sábado provisoriamente a liderança da liga inglesa de futebol, comum triunfo caseiro sobre o Burnley (3-0), enquanto o campeão Leicester City somou a primeira vitória da época, na terceira jornada.

Em Stamford Bridge, o Chelsea manteve o início vitorioso na 'Premier League' com um confortável triunfo sobre o Burnley, que subiu esta temporada ao principal escalão, com golos do belga Hazard, aos nove minutos, o brasileiro Willian, aos 41, e o nigeriano Moses, aos 89.

A formação comandada pelo italiano Antonio Conte, que podia ter alcançado um resultado ainda mais volumoso, passou a somar nove pontos e lidera sozinha a competição, embora ainda possa ser alcançada pelo Hull City ou Manchester United, que se defrontam ainda hoje.

Depois de um empate e uma derrota no arranque da 'Premier League', o Leicester somou o primeiro triunfo após bater em casa o Swansea City, por 2-1.

Os 'foxes', adversários do FC Porto na Liga dos Campeões, chegaram à vitória com golos de Vardy e Morgan, aos 32 e 52 minutos. Mahrez ainda falhou uma grande penalidade para a formação da casa e Fer reduziu para os galeses, aos 81.

Tal como o Leicester, o Arsenal também alcançou a primeira vitória, ao bater fora o Watford, por 3-1, com tentos do espanhol Cazorla (09 minutos), do chileno Alexis Sanchez (40) e o alemão Ozil (45). O argentino Pereyra reduziu aos 57.

Num dos jogos 'grandes' da ronda, em Londres, Tottenham e Liverpool empataram a uma bola e voltaram a 'tropeçar' neste arranque de temporada. Milner, de grande penalidade, aos 43 minutos, colocou os 'reds' em vantagem, mas Rose refez a igualdade, aos 72.

Os 'spurs' estão a quatro pontos do Chelsea e Liverpool ficou a cinco dos 'blues'.

Com Cedric e José Fonte no 'onze', o Southampton esteve a perder em casa com o Sunderland, depois de Defoe ter aberto o marcador, aos 80 minutos, mas fugiu à derrota graças a Jay Rodriguez, que marco aos 85 (1-1).

Destaque ainda para o triunfo caseiro do Everton sobre o Stoke City, por 1-0, e para o empate entre Crystal Palace e Bournemouth (1-1).

Lusa

  • Não houve negligência médica no caso do jovem que morreu em São José
    2:33

    País

    Afinal, não houve negligência médica no caso do jovem que morreu há cerca de um ano no Hospital de São José, vítima de um aneurisma. Esta é a conclusão da Ordem dos Médicos e dos peritos do Instituto de Medicina Legal. Segundo o jornal Expresso, todos os relatórios relatórios pedidos pelo Ministério Público e pelo Centro Hospitalar de Lisboa Central dizem que o corpo clínico do hospital não teve responsabilidades na morte de David Duarte.

  • Jovens estariam de fones e poderão não ter ouvido comboio a aproximar-se
    1:47

    País

    As adolescentes, de 13 e 14 anos, encontradas mortas junto à linha do norte perto de Coimbra podem não ter ouvido a aproximação do comboio, uma vez que estariam de auriculares. Os corpos só foram descobertos 36 horas depois do desaparecimento das jovens, aparentemente vítimas de um descuido fatal.

  • Patti Smith engana-se na música de Bob Dylan durante cerimónia dos Nobel
    1:49

    Mundo

    Os prémios Nobel deste ano já foram entregues. Bob Dylan não compareceu à entrega do galardão da Literatura e fez-se representar pela amiga Patti Smith, que teve um bloqueio enquanto cantava "A Hard Rain's A-Gonna Fall" do músico. O Presidente da Colômbia Juan Manuel dos Santos foi distinguido com o Nobel da paz pelo acordo que alcançou com as Forças Armadas Revolucionárias da Colômbia.

  • CIA acredita que Trump foi ajudado por piratas informáticos russos
    1:24

    Eleições EUA 2016

    As eleições nos Estados Unidos da América já terminaram e o Presidente está eleito. Contudo, Barack Obama quer saber se os russos tentaram mesmo influenciar o voto e ao mesmo tempo perceber o que os serviços secretos aprenderam com todas as fugas de informação durante a campanha. Já a CIA diz não ter dúvidas: para os serviços secretos norte-americanos, Donald Trump foi ajudado por piratas informáticos.