sicnot

Perfil

Desporto

Eduardo garante que a seleção tem noção da responsabilidade

Eduardo garante que a seleção tem noção da responsabilidade

Eduardo garantiu, durante uma conferência de imprensa esta manhã, que a seleção nacional de futebol tem noção da responsabilidade de ser campeã da Europa e que todos os jogos são importantes.

O guarda-redes Eduardo afirmou hoje que a seleção portuguesa de futebol está preparada para a ausência de Cristiano Ronaldo e negou que o fecho do mercado de transferências esteja a afetar alguns dos jogadores.

"Representar a seleção é sempre um momento importante e é nisso que devemos estar focados. O facto de o mercado estar aberto não afeta. Faz parte da nossa vida. Não acredito que isso afete no que quer que seja a disposição dos jogadores", afirmou Eduardo, numa altura em que jogadores como Rafa (Sporting de Braga) e Adrien (Sporting) ainda não têm o seu futuro definido.

Numa conferência de imprensa que decorreu minutos antes de mais um treino da seleção nacional na Cidade do Futebol, em Oeiras, o guardião do Chelsea abordou a ausência de Cristiano Ronaldo nos jogos com Gibraltar e Suíça e garantiu que a equipa está "preparada".

"O Cristiano faz sempre falta na seleção e nas equipas que representar. É o nosso 'capitão' e é um exemplo para nós, mas a equipa tem de ser saber responder à sua ausência e já o fez no passado. A equipa está preparada e temos outros jogadores que são capazes de fazer a diferença", referiu.

Para o guarda-redes de 33 anos, o objetivo de Portugal passa por vencer Gibraltar e iniciar o apuramento para o Mundial2018 com um triunfo na Suíça, um dos principais rivais da seleção lusa no Grupo B.

"O lema desta equipa é ganhar. Temos a responsabilidade de ganhar os dois jogos. Se antes os adversários já estavam motivados para jogar contra Portugal, mais agora estão depois de sermos campeões da Europa, mas nós não temos problemas com isso", disse Eduardo, acrescentado que a formação lusa vai encontrar "muitas dificuldades" para estar no Mundial2018 e "tem de estar preparada para isso".

O antigo guarda-redes de Benfica e Sporting de Braga, que está a viver um "novo desafio e aventura num dos maiores clubes do mundo" como o Chelsea, falou ainda da chamada de Marafona para render o lesionado Anthony Lopes.

"Ele tem dado uma excelente reposta. Se foi chamado é sinal que tem valor e capacidade para ajudar este grupo", considerou Eduardo, que tem 35 internacionalizações pela seleção nacional.

O particular da equipa das 'quinas' com Gibraltar está marcado para quinta-feira, no Estádio do Bessa, no Porto, enquanto a visita à Suíça, de qualificação para o Mundial2018, será em Basileia, a 06 de setembro.

Portugal está inserido no Grupo B juntamente com as seleções de Suíça, Andorra, Ilhas Faroé, Letónia e Hungria.

Com Lusa

  • Negócios do Fogo
    22:00
  • Direção da Raríssimas na Madeira demitiu-se em setembro
    1:58

    País

    Três representantes da Raríssimas na ilha da Madeira demitiram-se, em setembro, de costas voltas para a direção. A delegação da instituição na ilha começou em 2015 e fechou com as três demissões. Em entrevista à SIC, uma das antigas delegadas afirmou que todos os fundos angariados foram para a sede, em Lisboa, ficando depois sem dinheiro para pagar as despesas.

  • Deputado do PSD recusa vice-presidência da Raríssimas
    1:58

    País

    Nas reações políticas ao caso da Raríssimas, o PSD e CDS dizem que é preciso acionar todos os mecanismos legais apropriados para averiguar a situação. O deputado social-democrata, Ricardo Baptista Leite, que tinha sido convidado recentemente para vice-presidente da instituição, diz que já não há condições para tomar posse.

  • Turistas aproveitam nevão na Serra da Estrela
    1:23
  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59
  • Dezenas de feridos em protestos contra decisão de Trump em Israel
    1:55
  • A brincadeira de um youtuber que podia ter acabado mal

    Mundo

    Um jovem youtuber inglês enfiou a cabeça num saco de plástico, prendeu-a na parte interna de um microondas e encheu depois o eletrodoméstico com cimento. A brincadeira, que podia ter acabado de forma trágica, deixou o jovem completamente preso e obrigou à intervenção dos serviços de emergência.

    SIC

  • "Popeye" russo pode ter que amputar braços

    Mundo

    Um jovem russo injetou um óleo no corpo para conseguir ter músculos, mais propriamente nos seus braços, que já cresceram cerca de 25 centímetros. Contudo, segundo um médico, o procedimento pode levar à necessidade de amputação, deixando o jovem sem os membros.