sicnot

Perfil

Desporto

FC Porto contrata Boly por cinco temporadas

O FC Porto confirmou a contratação a título definitivo do defesa Boly, que pertencia ao Braga, e fixou uma cláusula de 45 milhões de euros sobre o francês, que assinou por cinco temporadas.

O valor da transferência do futebolista de 24 anos não foi revelado, embora a imprensa especule que o passe do francês tenha rondado os oito milhões de euros.

"Estou muito feliz por assinar por este grande clube, que conheço há muito tempo. Já tive a experiência de jogar contra o FC Porto e foi sempre difícil, porque é, de facto, um grande clube. Sei que vou integrar um grupo de trabalho com jogadores de grande qualidade e espero poder trabalhar muito bem com todo o grupo", declarou Boly.

Willy Bolly chegou à equipa B do Braga em 2014, depois de sair do clube de formação, o Auxerre, fixando-se na equipa principal dos minhotos na época passada, na qual disputou 40 jogos, marcando dois golos.

Lusa

  • A fuga dos PIDES
    1:16

    Perdidos e Achados

    Ao final do dia 29 de Junho de 1975, 89 agentes da PIDE fugiam da cadeia de Vale de Judeus, em Alcoentre. Mais de 40 anos depois, Perdidos e Achados recupera um dos acontecimentos do Verão Quente em Portugal. Hoje no Jornal da Noite e conteúdos exclusivos no site.

    Hoje no Jornal da Noite

  • Uma volta a Portugal. De bicicleta mas sem licra

    País

    Um grupo de professores propõe-se a repetir o percurso da 1.ª Volta a Portugal em Bicicleta, 90 anos depois. Não se trata de uma corrida, pelo contrário querem provar que qualquer um o pode fazer e promover o uso da bicicleta como meio de transporte pessoal. “Dar a volta” parte para a estrada esta quarta-feira, de Lisboa a Setúbal, tal como em 26 de abril de 1927.

    Ricardo Rosa

  • Casa Madonna di Fatima em Roma é um lar de idosos com 9 irmãs portuguesas
    4:29

    Mundo

    A mais antiga igreja dedicada à Senhora de Fátima em Roma tem mais de 50 anos. Foi construída pelas franciscanas hospitaleiras do Imaculado Coração, uma congregação fundada em Portugal. Hoje, as religiosas portuguesas gerem um lar na mesma rua, mas o templo foi entregue a uma congregação italiana.