sicnot

Perfil

Desporto

Investigação não encontra suspeitas de corrupção na atribuição dos JO a Tóquio

A investigação formal sobre alegadas suspeitas de subornos na atribuição dos Jogos Olímpicos Tóquio2020 não encontrou quaisquer suspeitas de atividades ilegais, anunciou hoje o Comité Olímpico do Japão (COJ).

"Conclui-se que o comité de candidatura não violou qualquer lei do país", refere um comunicado do COJ.

Em causa está um depósito de 1,8 milhões de euros, feito pelo comité da candidatura Tóquio2020 numa conta da empresa Black Tidings, à qual está ligado Papa Massata Diack, filho de Lamine antigo presidente da Associação Internacional das Federações de Atletismo (IAAF).

Em maio, as autoridades francesas anunciaram ter aberto uma investigação sobre o caso, que também mereceu comentários no comunicado do COJ: "A investigação concluiu também que não existiu também qualquer violação das leis francesas, nem do código de ética do Comité Olímpico Internacional".

Também em maio, o COJ anunciou a criação de uma comissão de inquérito para analisar eventuais irregularidades em pagamentos suspeitos de terem beneficiado a candidatura nipónica aos Jogos Olímpicos de 2020.

"Decidimos criar uma comissão de inquérito, que incluirá advogados externos, para determinar se houve irregularidades em alguns contratos", afirmou o presidente do COJ, Tsunekazu Takeda, em declarações no parlamento nipónico.

Lusa

  • Passos Coelho pede desculpa aos portugueses
    3:35
  • População afetada pelo fogo tenta repor o que as chamas destruíram
    1:54
  • "Juntos por Todos" hoje no palco em Lisboa
  • Glifosato na lista de produtos cancerígenos na Califórnia

    Mundo

    O estado norte-americano da Califórnia, nos Estados unidos, pode vir a obrigar o fabricante do popular herbicida Roundup a comercializar o produto com um rótulo que informe os consumidores de que o produto é cancerígeno. O glifosato, princípio ativo do herbicida Roundup fabricado pela Monsanto, consta de uma lista que vai ser divulgada na Califórnia, a 7 de julho, de produtos químicos potencialmente cancerígenos.

  • Autarca garante que não houve "touros de fogo"

    País

    O presidente da Câmara de Benavente disse esta segunda-feira à Lusa que a atividade "touros de fogo" foi retirada do programa da Festa da Amizade depois de recebido um parecer desfavorável da Direção-Geral de Veterinária.