sicnot

Perfil

Desporto

Muguruza cai e Nadal passa à próxima eliminatória do US Open

A tenista espanhola Garbine Muguruza, número três mundial, foi na quarta-feira eliminada na segunda ronda do Open dos Estados Unidos, num dia em que o compatriota Rafael Nadal passou sem dificuldades à eliminatória seguinte.

Vencedora de Roland Garros, a espanhola 'caiu' prematuramente no quarto e último torneio do 'Grand Slam' da temporada, ao perder com a letã Anastasija Sevastova, 48.ª do mundo, por 7-5, 6-4.

No segundo 'set', Muguruza ainda salvou três pontos de encontro, mas foi incapaz de concluir a recuperação num parcial em que chegou a estar a perder por 5-1, perdendo perante uma tenista que chegou a abandonar a competição em 2013, para estudar.

"Foi por isto que voltei ao desporto, para estar nos grandes palcos, como este, e nas sessões noturnas nos 'Slams'. Mas tremi um pouco no final", disse Sevastova, que vai agora defrontar a ucraniana Kateryna Bondarenko.

No último encontro da sessão noturna em Flushing Meadows, em Nova Iorque, o espanhol Rafael Nadal, quarto cabeça de série, qualificou-se para a terceira ronda, ao derrotar o italiano Andreas Seppi, por 6-0, 7-5, 6-1.

Na próxima ronda, Nadal, que já venceu duas vezes o US Open, vai defrontar o russo Andrey Kuznetsov.

O encontro ficou marcado pela estreia do novo teto do Arthur Ashe Stadium, que custou 150 milhões de dólares (cerca de 135 milhões de euros).

No início do segundo 'set', a chuva que começou a cair em Nova Iorque obrigou a uma curta interrupção do encontro para que fosse fechado o teto.

Lusa

  • Fogo em Sabrosa entrou em fase de resolução

    País

    O incêndio que deflagrou terça-feira em Vilela do Douro, Sabrosa, distrito de Vila Real, entrou a meio da manhã de hoje em fase de resolução, segundo a Autoridade Nacional de Proteção Civil.

  • Governo garante reforço das verbas para defesa da floresta até ao fim do ano
    2:37

    País

    O Governo rejeitou centenas de candidaturas com projetos para a prevenção de incêndios florestais, por falta de verbas. Perante a situação, o Bloco de Esquerda questionou o Ministério da Agricultura sobre as reprovações. Contudo, contactado pela SIC, o ministro Capoulas Santos garantiu que o programa de desenvolvimento rural está a ser reajustado e, até ao final do ano, está previsto o reforço de verbas.

  • Porto Editora acusada de discriminação
    2:55
  • "Burlão do amor" acusado de tirar 450 mil euros a amante
    2:21

    País

    Um homem com cerca de 50 anos é acusado de tirar 450 mil euros a uma mulher com quem começou por ter uma relação profissional. Ele pedia, ela emprestava. Anos depois, ela ficou insolvente, com dívidas à banca de 214 mil euros e sem emprego. O homem é arguido, nega a relação amorosa entre ambos, mas admite ter recebido dinheiro dela. Garante, no entanto, que tenciona pagar o que deve.