sicnot

Perfil

Desporto

Slimani diz que os adeptos do Sporting ficarão para sempre no seu coração

O futebolista argelino Islam Slimani dirigiu esta quinta-feira uma mensagem aos adeptos do Sporting na rede social 'instagram', na qual agradece o apoio que sempre lhe tributaram e garante que permanecerão no seu coração para sempre.

"É com um gosto amargo que vos escrevo esta mensagem, adeptos do Sporting, que me apoiaram, incentivaram e clamaram pelo meu nome, aplaudindo-me nas bancadas, para dizer que levo-os no meu coração e nele permanecerão para sempre", escreveu Slimani, contratado pelo campeão de Inglaterra, Leicester, por 30 milhões de euros, mais cinco se atingir determinados objetivos.

Na missiva, o ponta de lança argelino afirma que a sua experiência no Sporting, que considera uma família, lhe permitiu "evoluir e chegar sempre mais alto" e considera que isso só foi possível "graças ao apoio dos adeptos" ao longo destes "anos maravilhosos".

Slimani estende o agradecimento aos colegas de equipa, "companheiros de campo e irmãos", a quem deseja o "maior sucesso no futuro", aos treinadores que nele "sempre confiaram", às equipas técnicas e médicas e a todos com quem trabalhou no clube.

"Obrigado a todos por me terem apoiado ao longo destes anos, por terem confiado em mim, por me terem amado. Li os vossos comentários, fiéis adeptos do Sporting, e agradeço-vos pelas mensagens tocantes que me enviaram e que foram diretas ao meu coração, agora que tomei um novo rumo na minha vida profissional", finalizou Slimani, que promete que será "um leão para sempre".

Lusa

C'est avec un Gout amère que j'ecris ce message, a vous, supporters du sporting vous qui m'aviez soutenus, supporté, clamé mon nom et applaudi dans les tribunes, vous vivez dans mon coeur et vous le resterez a tout jamais, mon experience dans ce Club qui est une famille pour moi, m'a permis de progresser, et d'aller toujours plus haut, et c"est grace a vous. Je tenais aussi a remercié mes partenaires tout au long de ces belles années, mes partenaires de jeu, mes freres, avec qui nous avons partager de merveilleux moments, je vous souhaite que de la reussite pour l'avenir je remerciè Aussi les Entraineurs qui ont eu confiance en moi, qui m'ont beaucoup appris, le Staf medical et technique et tout les gens qui traveille ou club pour le temps qui m'ont accordé... merci a vous tous pour m'avoir soutenu toutes ces années, pour m'avoir fait confiance, pour m'avoir aimé, je lis vos commentaires, vous fidels supporters du sporting, et je vous remercies pour tout vos merveilleux messages qui me vont droit au coeur. Vous vivrez en Moi dans mon coeur, je m'envole pour une nouvelle vie, mais le Sporting restera toujours dans mon cœur je serais un leão a tout jamais #vamossporting

A photo posted by islamslimani09 (@islamslimani09) on Sep 1, 2016 at 8:00am PDT

  • "É evidente que não fecho a porta ao Eurogrupo"
    1:38

    Economia

    O ministro das Finanças diz que não fecha a porta ao Eurogrupo. A declaração é feita numa entrevista ao semanário Expresso. No entanto, Mário Centeno deixa a ressalva que qualquer ministro das Finanças do Eurogrupo pode ser presidente.

  • Itália tenta colocar migrações na agenda do G7 contra vontade dos EUA
    1:45
  • Com a multiplicação de bons indicadores económicos e financeiros do país, multiplicam-se os elogios ao Governo e declaram-se mortas e enterradas as políticas do passado recente, nomeadamente a da austeridade. Nada mais errado. O que os bons resultados agora alcançados provam definitivamente é que a austeridade resolveu de facto os problemas das contas públicas e, mais do que isso, contribuiu para o crescimento económico que foi garantido por reformas estruturais e pela reorientação do modelo económico.

    José Gomes Ferreira

  • Raízes de ciência e rebentos de esperança
    14:14
  • Portugal pode ser atingido por longos períodos de seca

    País

    Portugal e Espanha podem ser atingidos até 2100 por 'megasecas', períodos de seca de dez ou mais anos, segundo os piores cenários traçados num estudo da universidade britânica Newcastle, que tem a participação de uma investigadora portuguesa.