sicnot

Perfil

Desporto

Sousa e Elias eliminados na primeira ronda de pares do US Open

Os tenistas portugueses João Sousa e Gastão Elias foram eliminados na quarta-feira na primeira ronda de pares do US Open, ao perderem com a dupla formada pelo britânico Jamie Murray e o brasileiro Bruno Soares.

Sousa e Elias foram derrotados pelos quartos cabeças de série, por 6-3, 6-7 (3-7) e 7-5, após duas horas e 23 minutos de encontro em Nova Iorque, onde o número um português alcançou os quartos de final no ano passado, ao lado do argentino Leonardo Mayer.

"Infelizmente, apesar do bom jogo que fizemos, fomos eliminados nos pares", lamentou João Sousa, 36.º do 'ranking' mundial, que na quinta-feira volta ao 'court' para enfrentar o espanhol Feliciano López na segunda ronda de singulares do quarto e último torneio do 'Grand Slam' da temporada.

Para Gastão Elias, a derrota significa a despedida do torneio norte-americano, uma vez que o jogador da Lourinhã foi eliminado na primeira ronda de singulares pelo ucraniano Sergiy Stakhovsky.

Lusa

  • Tiroteio no Mississipi provoca oito mortos
    1:23

    Mundo

    Oito pessoas morreram, incluindo um polícia, depois de um tiroteio no estado norte-americano do Mississipi, nos Estados Unidos da América. O suspeito, um homem de 36 anos, já foi detido, mas as autoridades dizem que ainda é cedo para saber os motivos.

  • Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas
    1:40

    Economia

    Carlos Moedas diz que Portugal vai voltar a poder levantar a voz em Bruxelas a propósito da saída do procedimento por défice excessivo. Em entrevista ao Diário de Notícias e à TSF, o comissário europeu levanta dúvidas sobre a renegociação da dívida e garante que a escolha de Mário Centeno para a liderança do Eurogrupo vai depender do entendimento dos países do euro.

  • Trump adia decisão sobre permanência nos acordos de Paris
    1:48
  • Polícia usa gás lacrimogéneo para dispersar manifestantes contra cimeira do G7
    2:28

    Mundo

    A cimeira do G7 terminou este sábado com confrontos entre manifestantes e a polícia na ilha italiana da Sicília e sem o compromisso de Donald Trump sobre o Acordo de Paris para a redução de emissões de dióxido de carbono. O Presidente dos EUA fez saber na rede social Twitter que vai tomar a decisão final durante a próxima semana.