sicnot

Perfil

Desporto

FC Porto com cinco reforços na Liga dos Campeões

O FC Porto apresentou à UEFA cinco novidades na lista para a Liga dos Campeões de futebol, em relação ao grupo que eliminou a Roma no play-off de acesso à competição.

O defesa-central francês Willy Boly (ex-Sporting de Braga), o médio ofensivo espanhol Óliver Torres e o avançado Diogo Jota (ambos emprestados pelo Atlético de Madrid) e o avançado belga Laurent Depoitre (ex-Gent) integram a lista.

Depoitre deveria ter defrontado os transalpinos, mas como já tinha alinhado pelo Gent na Liga Europa nas pré-eliminatórias, ficou impedido de o fazer.

O quinteto de 'reforços' fica completo com o médio argelino Brahimi, que continua no FC Porto, já que não foi emprestado nem transferido, após o treinador não ter contado com ele no início da época.

Da lista não faz parte do novo internacional André Silva, que integra a denominada lista b, destinada aos jovens formados nos clubes e nascidos após 1 de janeiro de 1995: a sua utilização apenas exige comunicação com 24 horas de antecedência.

O FC Porto estreia-se na Liga dos Campeões a 14 de setembro, recebendo os dinamarqueses do Copenhaga. O Leicester, campeão inglês, são os outros clubes que integral o Grupo G.

Lista dos jogadores do FC Porto para a Liga dos Campeões:

- Guarda-redes: Iker Casillas e José Sá.

- Defesas: Maxi Pereira, Felipe, Iván Marcano, Willy Boly, Miguel Layún e Alex Telles.

- Médios: Danilo, André André, Herrera, Evandro, Sérgio Oliveira, João Carlos Teixeira e Óliver Torres.

- Avançados: Brahimi, Octávio, Jesus Corona, Silvestre Varela, Diogo Jota, Adrian López e Laurent Depoitre.

Lusa

  • Negócios do fogo
    22:00
  • "Não podemos gastar o dinheiro e depois os filhos e os netos é que pagam"
    2:05

    Opinião

    Miguel Sousa Tavares analisou esta segunda-feira, no habitual espaço de comentário no Jornal da Noite, o reembolso antecipado ao FMI. O comentador da SIC defendeu que seria mais vantajoso se Portugal reembolsasse mais depressa, antes da subida das taxas de juro. Miguel Sousa Tavares considerou ainda que o reembolso da dívida é uma boa notícia, pois seria "desleal" deixar a dívida para "os filhos e os netos" pagarem.

    Miguel Sousa Tavares

  • Os efeitos da tempestade Ana em Portugal
    1:43
  • Porque têm as tempestades nomes?
    0:49

    País

    As tempestades passaram a ter um nome, partilhado pelos serviços de meteorologia de Portugal, França e Espanha. Nuno Moreira, chefe de divisão de previsão meteorológica do IPMA, foi convidado da Edição da Noite da SIC Notícias para explicar que este método é também uma forma de sinalizar a dimensão das tempestades.

  • Fortes nevões no norte da Europa
    0:59

    Mundo

    A tempestade Ana não causou apenas estragos em Portugal, mas também na Galiza, com a queda de árvores e cheias nas zonas ribeirinhas. No norte da Europa, as baixas temperaturas provocaram fortes nevões e paralisaram a Grã-Bretanha, com voos cancelados, escolas fechadas e estradas cortadas.

  • "De repente ele estava em cima de mim a beijar-me e a apalpar-me"
    2:43