sicnot

Perfil

Desporto

Liga grega arranca após solução para nomeações dos árbitros

O ministro dos Desportos da Grécia, Stavros Kontonis, afirmou esta sexta-feira que a Liga grega de futebol vai poder arrancar no próximo fim de semana depois de ter sido encontrada uma solução para o problema das nomeações dos árbitros.

As duas primeiras semanas da nova época foram adiadas devido a uma disputa entre a Federação grega, a Superliga e os clubes sobre a nomeação de árbitros para os jogos do campeonato, em que o Olympicos, agora comandado por Paulo Bento, defende o título.

Kontonis decidiu adiar o início da temporada devido ao receio de que as disputas entre clubes, federação e o Estado nas últimas semanas pudessem provocar "riscos significativos para a ordem e segurança pública" suscetíveis de desencadear um "comportamento violento generalizado".

Após uma reunião de duas horas com os responsáveis dos clubes, Kontonis afirmou que agora cabe agora à federação e à Superliga concordarem sobre com um novo método para a nomeação dos árbitros.

No último mês, três grandes clubes, o Panathinaikos, o AEK e o PAOK fizeram saber que não participariam no campeonato, a menos que a federação invertesse os seus planos para gerir a nomeação dos árbitros.

O Panathinaikos tinha denunciado o que qualificou como o "campeonato dos árbitros fixos" e acusou a Federação de ter renegado o acordo que estabeleceu com os responsáveis da UEFA para alterar o método de nomeação dos árbitros.

O clube de Atenas foi mais longe ao acusar "organizações criminosas de desmantelarem o futebol grego e qualquer noção de justiça".

Por seu lado, o AEK tinha recusado a participar num campeonato organizado pelas "mesmas pessoas que planearam e cometeram crimes premeditados e ser cúmplice de uma organização criminosa".

Quanto ao PAOK, foi menos contundente nas críticas, mas não deixou de denunciar "a atitude irresponsável da federação" e alertou a tutela governamental de que "escusa de procurar asilo porque vai ter de enfrentar a justiça".

Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.