sicnot

Perfil

Desporto

Liga grega arranca após solução para nomeações dos árbitros

O ministro dos Desportos da Grécia, Stavros Kontonis, afirmou esta sexta-feira que a Liga grega de futebol vai poder arrancar no próximo fim de semana depois de ter sido encontrada uma solução para o problema das nomeações dos árbitros.

As duas primeiras semanas da nova época foram adiadas devido a uma disputa entre a Federação grega, a Superliga e os clubes sobre a nomeação de árbitros para os jogos do campeonato, em que o Olympicos, agora comandado por Paulo Bento, defende o título.

Kontonis decidiu adiar o início da temporada devido ao receio de que as disputas entre clubes, federação e o Estado nas últimas semanas pudessem provocar "riscos significativos para a ordem e segurança pública" suscetíveis de desencadear um "comportamento violento generalizado".

Após uma reunião de duas horas com os responsáveis dos clubes, Kontonis afirmou que agora cabe agora à federação e à Superliga concordarem sobre com um novo método para a nomeação dos árbitros.

No último mês, três grandes clubes, o Panathinaikos, o AEK e o PAOK fizeram saber que não participariam no campeonato, a menos que a federação invertesse os seus planos para gerir a nomeação dos árbitros.

O Panathinaikos tinha denunciado o que qualificou como o "campeonato dos árbitros fixos" e acusou a Federação de ter renegado o acordo que estabeleceu com os responsáveis da UEFA para alterar o método de nomeação dos árbitros.

O clube de Atenas foi mais longe ao acusar "organizações criminosas de desmantelarem o futebol grego e qualquer noção de justiça".

Por seu lado, o AEK tinha recusado a participar num campeonato organizado pelas "mesmas pessoas que planearam e cometeram crimes premeditados e ser cúmplice de uma organização criminosa".

Quanto ao PAOK, foi menos contundente nas críticas, mas não deixou de denunciar "a atitude irresponsável da federação" e alertou a tutela governamental de que "escusa de procurar asilo porque vai ter de enfrentar a justiça".

Lusa

  • BE acusa direita de bloquear atual comissão à CGD
    1:37

    Caso CGD

    O Bloco de Esquerda acusa a oposição de estar a fazer tudo para impedir as conclusões da comissão de inquérito sobre a Caixa Geral de Depósitos que está em curso. Numa altura em que PSD e CDS já entregaram o requerimento para avançar com uma segunda comissão, Catarina Martins defende que ainda há muita coisa por apurar sobre o processo de recapitalização do banco público.

  • Visita de Costa a Angola pode estar em risco
    2:26

    País

    A visita de António Costa a Luanda poderá estar em risco devido à acusação da justiça portuguesa contra o vice-Presidente de Angola. O jornal Expresso avança que o comunicado com a reação dura do Governo angolano é apenas o primeiro passo e que pode até estar a ser preparado um conjunto de medidas contra Portugal. Para já, o primeiro-ministro português desvaloriza a ameaça e mantém a visita marcada para a primavera.