sicnot

Perfil

Desporto

Hamilton iguala Fangio e Senna com três "pole positions" seguidas em Monza

O piloto britânico Lewis Hamilton conseguiu este sábado a terceira "pole position" consecutiva no Grande Prémio de Itália de Fórmula 1, no circuito de Monza, igualando os lendários Juan Manuel Fangio e Ayrton Senna.

Em Monza, na 14.ª prova do Mundial, o piloto da Mercedes conseguiu a sua 56.ª 'pole' da carreira, igualou o argentino e o brasileiro, com uma volta em 1.21,135 que deixou o seu companheiro de equipa, o alemão Nico Rosberg, a quase meio segundo

Juntamente com Rosberg, que o persegue no Mundial, a nove pontos, o tricampeão mundial e líder do campeonato permitiu à Mercedes uma supremacia confortável sobre os Ferrari do alemão Sebastian Vettel, quatro vezes campeão do mundo, e do finlandês Kimi Raikkonen, que saboreou o título em 2007.

Esta é a terceira 'pole' consecutiva de Hamilton no Grande Prémio de Itália e a quinta no total em Monza, podendo repetir um 'hat-trick' de triunfos no domingo, algo que Fangio fez em 1955.

"Estar lá em cima com Senna e Fangio é algo que nunca pensei ser possível num milhão de anos", disse Hamilton.

Esta foi a 41.ª 'dobradinha' da Mercedes, que iguala o domínio da Red Bull quando tinha Vettel e Mark Webber como piloto.

Agora Hamilton persegue o quarto triunfo em Itália, que permitiria o seu 50.º êxito em grandes prémios e aumentaria o atual avanço de nove pontos para Rosberg (232-223). O australiano Daniel Ricciardo (Red Bull) é terceiro, com 'apenas' 151 pontos.

O finlandês Valtteri Bottas vai partir na quinta posição, à frente dos dois Red Bull de Ricciardo e do holandês Max Verstappen.

Lusa

  • Madonna diz que América nunca desceu tão baixo
    2:12

    Mundo

    No mundo artístico, foram várias as vozes que se levantaram contra Trump, entre elas Madonna. A cantora disse esta quinta-feira em Nova Iorque, a propósito do dia da tomada de posse, que nunca a América desceu tão baixo. Já o ator Matthew McConaughey - que está em Londres - garantiu que não ia perder a cerimónia pela televisão.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Videoclipe mostra mulheres a fazer tudo o que é proibido na Arábia Saudita
    1:55

    Mundo

    Um grupo de mulheres canta, dança e faz outras coisas proibidas na Arábia Saudita como forma de protesto. O vídeo é uma crítica social à forma como as mulheres islâmicas são tratadas pelos maridos. Na letra constam frases como "Faz com que os homens desapareçam da terra" e "Eles provocam-nos doenças psicológicas". A ideia partiu de um homem, Majed al-Esa e já conta com 5 milhões de visualizações.

    Patrícia Almeida