sicnot

Perfil

Desporto

Hamilton iguala Fangio e Senna com três "pole positions" seguidas em Monza

O piloto britânico Lewis Hamilton conseguiu este sábado a terceira "pole position" consecutiva no Grande Prémio de Itália de Fórmula 1, no circuito de Monza, igualando os lendários Juan Manuel Fangio e Ayrton Senna.

Em Monza, na 14.ª prova do Mundial, o piloto da Mercedes conseguiu a sua 56.ª 'pole' da carreira, igualou o argentino e o brasileiro, com uma volta em 1.21,135 que deixou o seu companheiro de equipa, o alemão Nico Rosberg, a quase meio segundo

Juntamente com Rosberg, que o persegue no Mundial, a nove pontos, o tricampeão mundial e líder do campeonato permitiu à Mercedes uma supremacia confortável sobre os Ferrari do alemão Sebastian Vettel, quatro vezes campeão do mundo, e do finlandês Kimi Raikkonen, que saboreou o título em 2007.

Esta é a terceira 'pole' consecutiva de Hamilton no Grande Prémio de Itália e a quinta no total em Monza, podendo repetir um 'hat-trick' de triunfos no domingo, algo que Fangio fez em 1955.

"Estar lá em cima com Senna e Fangio é algo que nunca pensei ser possível num milhão de anos", disse Hamilton.

Esta foi a 41.ª 'dobradinha' da Mercedes, que iguala o domínio da Red Bull quando tinha Vettel e Mark Webber como piloto.

Agora Hamilton persegue o quarto triunfo em Itália, que permitiria o seu 50.º êxito em grandes prémios e aumentaria o atual avanço de nove pontos para Rosberg (232-223). O australiano Daniel Ricciardo (Red Bull) é terceiro, com 'apenas' 151 pontos.

O finlandês Valtteri Bottas vai partir na quinta posição, à frente dos dois Red Bull de Ricciardo e do holandês Max Verstappen.

Lusa

  • Primeiro-ministro agradece sacrifícios dos portugueses
    0:46

    Economia

    O primeiro-ministro diz que os números do INE em relação ao défice de 2016 são prova de que havia uma alternativa e deixou uma palavra de agradecimento aos portugueses. As declarações de António Costa foram feiras aos jornalistas em Roma, onde se encontra para assinalar no sábado os 60 anos da União Europeia.

  • Jerónimo diz que UE vai continuar a causar constrangimentos a Portugal
    0:35

    Economia

    Esta sexta-feira na inauguração de uma exposição em Almada que denuncia a precariedade dos postos de trabalho, Jerónimo de Sousa falou sobre o défice de 2016. Para o secretário-geral do PCP, apesar do Governo ter ido além do exigido por Bruxelas, a União Europeia vai continuar a impedir Portugal de crescer.

  • Enfermeiros desconvocam greve

    País

    O Sindicato dos Enfermeiros Portugueses (SEP) desconvocou esta sexta-feira a greve geral nacional marcada para quinta e sexta-feira da próxima semana, anunciou o presidente da estrutura, justificando com os compromissos assumidos pelo Ministério da Saúde.

  • Pai do piloto da Germanwings defende inocência do filho

    Mundo

    O pai de Andreas Lubitz declarou esta sexta-feira que o filho não é o responsável pelo embate do avião da Germanwings contra um local montanhoso, que fez 150 mortos. O Ministério Público alemão concluiu em janeiro que o incidente em 2015 foi apenas da responsabilidade do piloto.

  • Probido fumar na praia? Não-fumadores aplaudem ideia
    1:33

    País

    O Comissário Europeu da Saúde defende uma proibição total do consumo de tabaco no espaço público. Esta e outras medidas foram defendidas, ontem, na Conferência Tabaco e Saúde da Liga Portuguesa Contra o Cancro. 

  • Visitar o Titanic vai custar 97 mil euros por pessoa

    Mundo

    Uma viagem a bordo do Titanic em 1912 era considerada uma viagem de luxo. Mais de 100 anos depois, continua a ser um luxo visitar o Titanic. Em 2018, vai ser possível conhecer os restos daquele que em tempos foi o maior navio do mundo. Contudo, nem todos vão poder fazê-lo, pois a viagem irá custar cerca de 97 mil euros por pessoa.