sicnot

Perfil

Desporto

Atlético e Real Madrid impedidos de ir ao mercado até janeiro de 2018

Real Madrid e Atlético de Madrid mantêm-se impedidos de comprar futebolistas até janeiro de 2018, anunciou hoje a FIFA, que rejeitou os recursos dos clubes espanhóis, que entretanto recorreram da decisão para o Tribunal Arbitral de Desporto (TAS).

A nega do Comité de Apelo da FIFA implica que os clubes não podem fazer transferências nos próximos dois períodos reservados parra o efeito, conforme a penalização da Comissão Disciplinar da FIFA, de 14 de janeiro, por terem infringido os regulamentos sobre transferências relacionadas com menores de idade.

Atlético e Real Madrid não podem comprar passes de jogadores até à data referida devido a irregularidades na contratação de jogadores menores de 18 anos, ficando confirmada a "integridade das sanções impostas pela Comissão Disciplinar da FIFA", segundo comunicado do organismo.

"Como consequência da infração dos artigos 5, 9, 19 e 19b do regulamento sobre o Estatuto e Transferência de Jogadores, a ambos os clubes se proíbe a inscrição de futebolistas nacionais ou estrangeiros durante dois períodos de contratação", refere a nota, que esclarece ser apenas no caso do futebol profissional e que não os impede de "libertar jogadores".

O Atlético de Madrid foi multado em cerca de 822 mil euros e o Real Madrid em 360 mil, tendo ainda sido determinado que os dois clubes têm 90 dias para regularizar a situação dos menores afetados, detetados no período compreendido entre 2005 e 2014.

O Real Madrid emitiu um comunicado em que "lamenta a resolução, profundamente injusta e que contraria os mais elementares princípios do direito de sancionar", assim como confirma o recurso ao TAS.

Também o Atlético manifestou oficialmente o seu desacordo com a decisão e avança para o TAS, com o apoio de "uma equipa de especialistas internacionais para defender o caso e proteger os direitos do clube".

Lusa

  • Advogados de Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático
    2:13

    Operação Marquês

    Os advogados de José Sócrates queixam-se de bullying processual e mediático e garantem que o antigo primeiro-ministro nunca favoreceu Ricardo Salgado ou o Grupo Espirito Santo. Segundo o Expresso, o presidente da Escom, Helder Bataglia, terá admitido que Ricardo Salgado utilizou uma conta bancária do empresário, na Suíça, para passar 12 milhões de euros a Carlos Santos Silva, alegadamente para o amigo José Sócrates.

  • Marcelo diz que é hora de valorizar o poder local
    0:40

    País

    O Presidente da República diz que este é o momento para valorizar o poder local. Sobre a descida da Taxa Social Única, Marcelo Rebelo de Sousa recusou comentar e negou que haja crispação politica entre Governo e oposição.

  • Marine Le Pen diz que Brexit terá efeito dominó na UE
    0:39

    Brexit

    Marine Le Pen diz que o Brexit vai ter um efeito dominó na União Europeia. Durante um congresso da extrema-direita, a líder da Frente Nacional francesa afirmou que a Europa vai despertar este ano em que estão marcadas eleições em vários países, como a Alemanha e a Holanda.