sicnot

Perfil

Desporto

Nuno Espírito Santo quer que FC Porto regresse à "dinâmica de vitórias"

O treinador do FC Porto, Nuno Espírito Santo, admitiu esta quinta-feira que o plantel quer "voltar à dinâmica de vitórias" na receção de sábado ao Vitória de Guimarães, na quarta jornada da I Liga de futebol.

Na confere ncia de imprensa de antevisão ao confronto com os vimaranenses, o técnico garantiu que conhece bem o adversário e que espera dificuldades na partida que será disputada no Estádio do Dragão.

"O Vitória de Guimarães tem uma equipa que conhecemos bem. É um adversário complicado. Mas vamos para o jogo na expectativa de conquistar os três pontos. Para isso, temos que trabalhar muito e isso é garantido que vai acontecer", prometeu o treinador.

Nuno Espírito Santo quer regressar rapidamente às vitórias e ambiciona tornar o "Estádio do Dragão um local intransponível para os adversários".

"Queremos fazer que o Dragão seja um sítio difícil para as adversários fazerem alguma coisa benéfica", reforçou ainda.

O técnico dos 'azuis e brancos' já tem quase a totalidade do plantel disponível, depois de 10 jogadores terem estado ausentes ao serviço das respetivas seleções, ficando apenas a faltar a chegada dos mexicanos Miguel Layun e de Herrera.

Nuno Espírito Santo garante que estão todos em boas condições físicas mas, essencialmente, "focados nos objetivos do FC Porto".

"Tivemos muitas ausências. Aproveitámos essa altura para dar aos jogadores que ficaram o ritmo necessário e consolidar algumas das ideias. Conforme fomos recebendo os jogadores, regressámos à rotina normal de trabalho", explicou também.

O treinador falou ainda da continuação de Brahimi ao serviço do FC Porto, depois de terem sido públicas negociações para a saída do jogador.

"O Brahimi é mais um jogador. O que se passou antes não é relevante. Tivemos uma conversa. Já contávamos antes e agora contamos totalmente. Nesta fase, o plantel sofreu algumas alterações. É o que temos e é o que achamos que é o melhor. É com ele que vamos competir", disse.

A derrota em Alvalade, frente ao Sporting, por 2-1, na última jornada, é algo que o técnico admite que não consegue esquecer, ainda assim, garante que serviu para tornar o grupo ainda mais forte.

"Foi um momento de frustração e de alguma impotência. Mas o que aconteceu só tem que nos fazer mais fortes, mais unidos. Já passou. Sábado é o importante agora", lembrou.

Nuno Espírito Santo aproveitou ainda a altura para fazer um agradecimento público a Antero Henrique, ex-administrador da SAD portista, que deixou o clube alegando motivos pessoais, e teceu elogios ao seu substituto, Luís Gonçalves.

"Quero desejar as melhores felicidades e fazer um agradecimento a Antero Henrique, que serviu o FC Porto durante 26 anos. Luís Gonçalves vem dar experiência para um FC Porto mais forte, que é algo que queremos. Um FC Porto de volta às conquistas", finalizou.

O FC Porto recebe este sábado, às 20:30 horas, no Estádio do Dragão, o Vitória de Guimarães, em jogo a contar para a 4.ª jornada da I Liga, que será arbitrado por Jorge Sousa, da Associação de Futebol do Porto.

Lusa

  • O perfil do homicida de Barcelos
    2:42

    País

    Adelino Gomes Briote já tinha sido condenado por ofensas à integridade física da sogra e de uma filha. Em seis meses esta foi a segunda vez que o homem acusado do quádruplo homicídio em Barcelos esteve perante a justiça.

  • "Um Lugar ao Sol"
    17:05
  • Trump diz que Obamacare vai "colapsar"

    Mundo

    O Presidente norte-americano tentou desvalorizar a derrota política sofrida na sexta-feira no Congresso, ao desistir da revogação da lei de saúde pública do seu antecessor, conhecida como Obamacare, afirmando que esta vai colapsar por si mesma.

  • Milhares nas cerimónias fúnebres de dirigente do Hamas

    Mundo

    Milhares de palestinianos participaram nas cerimónias fúnebres de um dirigente do Hamas, assassinado esta sexta-feira, na Faixa de Gaza. Vários homens armados acompanharam o cortejo fúnebre até à mesquita, onde se fizeram as últimas orações.

  • Guerra na Síria não dá tréguas
    1:51

    Mundo

    Na Síria e ao mesmo tempo que decorrem novas negociações de paz, a guerra não dá tréguas. As imagens mostram o resultados dos últimos raides aéreos nos subúrbios de Damasco. O balanço provisório é de mais de 30 mortos e pelo menos 50 feridos.