sicnot

Perfil

Desporto

Guardiola bate Mourinho no dérbi de Manchester

O Manchester City venceu hoje o Manchester United, por 2-1, e Pep Guardiola bateu José Mourinho no primeiro dérbi de ambos no futebol inglês, deixando os citizens no topo da Premier League.

Após o aguardado embate de Old Trafford, o City continua 100% vitorioso em quatro jornadas, totalizando 12 pontos, enquanto os 'red devils' sofreram a primeira derrota e vão deixar de partilhar a liderança com o clube vizinho e, eventualmente, com o Chelsea, que ainda hoje recebe o Swansea.

A 'velha' rivalidade entre Guardiola e Mourinho, com especial incidência nos tempos em que coincidiram no futebol espanhol, teve o seu 17.º episódio, do qual o técnico catalão saiu com uma nona vitória, graças aos golos de Kevin De Bruyne e Kelechi Iheanacho, enquanto Zlatan Ibrahimoivc marcou um tento insuficiente para o Manchester United.

O treinador português surpreendeu com a introdução no 'onze' do estreante Henrikh Mkhitaryan e Jesse Lingard, em vez de Anthony Martial e Juan Mata, mas não teve muito tempo para comprovar o acerto das opções, porque aos 15 minutos já De Bruyne fazia o 1-0, depois de passar pelo 'estático' Blind e bater De Gea.

O internacional belga voltaria a estar em evidencia no segundo golo, com um tiro ao poste que deixou a defesa anfitriã 'pregada' e permitiu ao nigeriano Iheanacho fazer a recarga com êxito, aos 36 minutos. Mas uma saída mal calculada do guarda-redes Claudio Bravo ofereceu Ibrahimovic a oportunidade de fazer o seu quarto golo da liga e o sueco não desperdiçou, reduzindo antes do intervalo (42).

Na segunda parte, com Ander Herrera e Marcus Rashford nos lugares de Mkhitaryan e Lingard, o Manchester United foi em busca do empate e ficou a reclamar uma grande penalidade por falta de Bravo sobre Wayne Rooney, aos 56 minutos, mas o árbitro Mark Clattenburg mandou seguir.

Guardiola reforçou o meio-campo, com a entrada de Fernando para o lugar de Iheanacho, mas ainda viu o árbitro anular um golo a Rashford, por fora de jogo de 'Ibra', que estava 'plantado' entre o jovem avançado inglês e o guarda-redes.

Num jogo cada vez mais partido, com o United instalado no meio-campo oposto e o City a contra-atacar com muito perigo, De Gea fez frente a uma sucessão de remates de Fernandinho, Otamendi e Fernando, todos no mesmo lance, antes de Kevin De Bruyne entrar pela direita e atirar ao poste, fazendo a bola rolar à frente da linha de golo.

A última oportunidade, já em período de compensação, aconteceu na área do City, com um remate frontal de Ibrahimovic, que sofreu ligeiro desvio num adversário, mas suficiente para fazer a bola passar do lado 'errado' do poste.

Lusa

  • Traço contínuo às curvas
    2:42
  • Quando se pode circular pela esquerda? A GNR explica (e fiscaliza)
    5:46

    Edição da Manhã

    A regra aplica-se a autoestradas e outras vias com esse perfil mas dentro das localidades há exceções. A Guarda Nacional Republicana está a promover em todo o território nacional várias ações de sensibilização e fiscalização no sentido de prevenir e reprimir a circulação de veículos pela via do meio ou da esquerda quando não exista tráfego nas vias da direita. O major Paulo Gomes, da GNR, esteve na Edição da Manhã. 

  • Reservas de viagens na Páscoa e no verão aumentaram
    1:19

    Economia

    As reservas de viagens no período da Páscoa e do verão aumentaram este ano, tanto para o estrangeiro como para dentro de Portugal. O Algarve, a Madeira e os Açores continuam a ser os destinos de eleição. Os portugueses estão também a marcar férias com mais antecedência, uma das receitas para conseguir melhores preços.

  • Escada rolante inverte sentido e varre dezenas de pessoas
    1:15
  • Jovens impedidas de embarcar de leggings

    Mundo

    A moda das calças-elásticas-super-justas volta a fazer estragos. Desta vez nos EUA onde duas adolescentes foram impedidas de embarcar num voo da United Airlines devido à indumentária, que não cumpria com as regras dos tripulantes ou acompanhantes da companhia aérea norte-americana.

    Manuela Vicêncio

  • Cristas calcula défice de 3,7% sem "cortes cegos" das cativações
    0:45

    Economia

    Assunção Cristas diz que o défice de 2,1% só foi conseguido porque o Governo fez cortes cegos na despesa pública. Esta manhã, depois de visitar uma unidade de cuidados continuados em Sintra, a presidente do CDS-PP afirmou que, pelas contas do partido, sem cativações, o défice estaria nos 3,7%.

  • O pedido de desculpas de Dijsselbloem
    2:12

    Mundo

    O Governo português continua a mostrar a indignação que diz sentir perante as declarações do presidente do Eurogrupo. O ministro dos Negócios Estrangeiros português garante que com Dijsselbloem "não há conversa possível". Jeroen Dijsselbloem começou por recusar pedir desculpa mas depois cedeu perante a onda de indignação.