sicnot

Perfil

Desporto

Chelsea empata com o Swansea e deixa o City isolado na liderança

O Chelsea empatou este domingo a dois golos no terreno dos galeses do Swansea City, com um bis de Diego Costa, e deixou o Manchester City isolado na liderança do campeonato inglês de futebol, à quarta jornada.

© Reuters Staff / Reuters

Após o triunfo dos citizens no dérbi de Manchester face ao United (2-1), os londrinos estavam obrigados a vencer para não deixar fugir a equipa de Pep Guardiola, mas acabaram por tropeçar e podiam mesmo ter saído do País de Gales com a derrota.

Com o guarda-redes Eduardo fora da ficha de jogo, Diego Costa abriu o marcador para os blues, aos 18 minutos, mas, após o intervalo, o islandês Sigurdsson empatou, de grande penalidade, aos 59, e, pouco depois, aos 62, o holandês Fer operou a reviravolta.

Já na reta final da partida, aos 81 minutos, Diego Costa salvou o Chelsea de sofrer o primeiro desaire da temporada, com um remate acrobático.

Com este resultado, a formação de António Conte termina a ronda na segunda posição, com 10 pontos, a dois do líder Manchester City e com mais um do que o Manchester United, que é terceiro.

Contudo, os londrinos podem ainda ser 'apanhados' pelo Everton, que na segunda-feira visita o campo do Sunderland, penúltimo classificado, no jogo que encerra a jornada.

Lusa

  • Videoamador mostra grupo a atar tocha a um touro
    1:33
  • PJ investiga forma como o FC Porto obteve os e-mails
    1:58

    Desporto

    Enquanto o campeonato português de futebol está de férias do relvado, nos bastidores continua uma guerra aberta por causa dos e-mails. O FC Porto entregou à Polícia Judiciária toda a documentação disponível do chamado caso dos e-mails, que envolve o Benfica num alegado esquema de corrupção. O pedido foi feito pela Unidade Nacional de Combate à Corrupção da PJ. A forma como o FC Porto obteve os e-mails também está a ser investigada pela Polícia Judiciária.

  • Manifestantes bloquearam Caracas

    Mundo

    Milhares de pessoas bloquearam esta sexta-feira as ruas de Caracas e de outras cidades, em protesto contra a repressão e o assassinato de manifestantes pelas forças de segurança.