sicnot

Perfil

Desporto

Manchester United bate recorde inglês com receitas de 607,5 milhões

O Manchester United teve um resultado operacional de 81,5 milhões de euros na época 2015/16, um valor que se junta ao facto de ser o primeiro clube inglês com receitas superiores a 600 milhões de euros.

Nunca um conjunto britânico tinha superado a barreira do meio milhão de libras (cerca de 592 milhões de euros) de receitas, sendo que os 'red devils' atingiram um valor a rondar os 607,5 milhões de euros.

Curiosamente, o sucesso financeiro do clube é diametralmente oposto ao desportivo, já que o Manchester United, sob o comando do holandês Louis van Gaal, falhou na época passada o apuramento para a lucrativa Liga dos Campeões.

Os números expressivos permitiram, entre outras coisas, ao novo treinador, o português José Mourinho, contratar à Juventus o médio internacional francês Paul Pogba pelo recorde mundial de 105 milhões de euros.

O Manchester United passou ainda de uma perda anual líquida de 1,065 milhões de euros para um lucro de 43 milhões.

As receitas totais de 607,5 milhões de euros ficam, ainda assim, aquém dos 679 milhões declarados pelo FC Barcelona em julho.

O clube estima que no final da época em curso as receitas possam subir ainda mais e variar entre 627 e 639 milhões de euros.

"O nosso recorde fiscal e desempenho financeiro refletem a força continuada e subjacente ao negócio do clube e o objetivo é alcançar uma receita recorde em 2017, mesmo sem o contributo da Liga dos Campeões", disse o vice-presidente executivo Ed Woodward.

O dirigente lembrou que "o forte desempenho financeiro do Manchester United permitiu investir na equipa, gestão e instalações de forma a permitir vencer troféus nos próximos anos".

Lusa

  • As primeiras decisões do Presidente Trump
    1:39
  • "Há sobretudo um fosso entre o discurso que Trump faz e os de Obama"
    6:13

    Opinião

    Cândida Pinto e Ricardo Costa analisaram a tomada de posse de Donald Trump. O diretor de informação da SIC disse que o discurso de Trump "mexe com a sua base de apoio" e defende que "a grande questão não vai ser a relação com a Rússia, mas sim com a China". Já a Editora de internacional disse que o discurso foi "voltado para dentro, nacionalista, partidarista, com ataque à elite de Washington".

    Ricardo Costa e Cândida Pinto

  • Celebridades protestam contra Trump
    3:00

    Mundo

    Tem sido assim desde a campanha e continua. Grande parte da comunidade de artistas não está nada contente com o Presidente eleito. Vários artistas aproveitaram o dia da tomada de posse para se reunirem em Nova Iorque e protestarem contra Donald Trump.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.

  • Encontrados dez sobreviventes no hotel engolido por avalanche em Itália
    1:44
  • Cantora brasileira conhecida pela "Lambada" terá sido assassinada
    1:25

    Mundo

    Terá sido assassinada a cantora brasileira conhecida em Portugal pela "lambada", um ritmo que marcou o fim dos anos 90. Foi encontrada carbonizada dentro do próprio carro depois de assaltada em casa. Três suspeitos suspeitos do homicídio da cantora Loalwa Braz foram já detidos.