sicnot

Perfil

Desporto

"A minha filha tinha nascido há seis dias e pagaram a toda a gente menos a mim"

O médio brasileiro Anderson Talisca negou esta terça-feira que tenha saído do Benfica por dinheiro, em resposta ao presidente, Luís Filipe Vieira, e queixou-se de ter sido desrespeitado pelo clube encarnado, que o empresou ao Besiktas.

"Desde as férias que já sabia que não ia ficar, mas gostaria de deixar um recado ao presidente e ao vice-presidente Rui Gomes da Silva. Não fiquei contente que uma coisa que me fizeram e que foi uma grande falta de respeito para comigo. A minha filha tinha nascido há seis dias e pagaram a toda a gente menos a mim. Quando uma pessoa trabalha de forma correta merece ser respeitada", afirmou.

Talisca falava à Sport TV, no Estádio da Luz, depois de ter marcado o golo do empate do Besiktas frente ao Benfica (1-1), na primeira jornada do Grupo B para a Liga dos Campeões.

"Não marquei o meu golo por vingança, mas por orgulho próprio. Houve várias pessoas do clube que me criticaram, que vieram dizer que saí do Benfica por causa de dinheiro e isso é uma mentira", disse Talisca após a partida com o Benfica.

Talisca foi emprestado pelo Benfica ao Besiktas por uma época, com opção de compra no final desta.

Lusa

  • PSD e CDS assinalam 36º aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro
    1:38

    País

    O presidente do PSD deixou críticas ao Partido Comunista, este domingo, a propósito do aniversário da morte de Francisco Sá Carneiro. Pedro Passos Coelho lembrou os festejos dos comunistas na altura, numa resposta a quem questionou a abstenção dos sociais-democratas ao voto de pesar a Fidel Castro, que o PCP levou ao Parlamento. Este domingo, tanto o PSD como o CDS-PP prestaram homenagem a Sá Carneiro e Adelino Amaro da Costa.