sicnot

Perfil

Desporto

"A minha filha tinha nascido há seis dias e pagaram a toda a gente menos a mim"

O médio brasileiro Anderson Talisca negou esta terça-feira que tenha saído do Benfica por dinheiro, em resposta ao presidente, Luís Filipe Vieira, e queixou-se de ter sido desrespeitado pelo clube encarnado, que o empresou ao Besiktas.

"Desde as férias que já sabia que não ia ficar, mas gostaria de deixar um recado ao presidente e ao vice-presidente Rui Gomes da Silva. Não fiquei contente que uma coisa que me fizeram e que foi uma grande falta de respeito para comigo. A minha filha tinha nascido há seis dias e pagaram a toda a gente menos a mim. Quando uma pessoa trabalha de forma correta merece ser respeitada", afirmou.

Talisca falava à Sport TV, no Estádio da Luz, depois de ter marcado o golo do empate do Besiktas frente ao Benfica (1-1), na primeira jornada do Grupo B para a Liga dos Campeões.

"Não marquei o meu golo por vingança, mas por orgulho próprio. Houve várias pessoas do clube que me criticaram, que vieram dizer que saí do Benfica por causa de dinheiro e isso é uma mentira", disse Talisca após a partida com o Benfica.

Talisca foi emprestado pelo Benfica ao Besiktas por uma época, com opção de compra no final desta.

Lusa

  • Portugueses querem contratar Obama

    Mundo

    Contratar Barack Obama. Pode parecer uma tarefa impossível, mas para a startup portuguesa Swonkie a única resposta a este desafio é "Yes We Can", mote da campanha presidencial de Obama de há nove anos.

  • Artista que criou poster de Obama quer invadir EUA com símbolos de esperança

    Mundo

    Shepard Fairey - o artista por trás do tão conhecido cartaz vermelho e azul "Hope" de Barack Obama, durante a campanha eleitoral de 2008 nos EUA - produziu uma série de novas imagens a tempo da tomada de posse de Donald Trump, na sexta-feira. Agora, o artista e a sua equipa querem manifestar uma posição política com a campanha "We The People", contra as ideias que o Presidente eleito tem defendido.