sicnot

Perfil

Desporto

Benfica enfrenta hoje o Besiktas na Liga dos Campeões

O Benfica inicia hoje a sua 13.ª participação na fase de grupos da Liga dos Campeões de futebol, apresentando-se com muitas 'baixas' frente aos turcos do Besiktas, no Estádio da Luz, em Lisboa.


Sem os lesionados Jonas, Jiménez, Mitroglou, Danilo e Jovic, aos quais se juntaram Rafa e Jardel, vítimas de problemas musculares durante o triunfo em Arouca (2-1), na sexta-feira, os tricampeões nacionais estão muito desfalcados, especialmente no ataque, setor para o qual Gonçalo Guedes, Carrillo e José Gomes, de apenas 17 anos, são opões de recurso no arranque do Grupo B.

Frente ao campeão turco, a equipa 'encarnada' inicia a sua tentativa de chegar aos oitavos de final pela segunda vez consecutiva, o que nunca aconteceu, sem poder ter a presença de Rui Vitória no banco, uma vez que o técnico cumpre suspensão por ter sido expulso na segunda mão dos quartos de final da época passada, frente ao Bayern Munique.

O Besiktas, no qual alinha o internacional português Ricardo Quaresma, o brasileiro Talisca, ex-Benfica, e o camaronês Aboubakar, tenta chegar aos 'oitavos' pela primeira vez na sua sexta presença.

O jogo no estádio da Luz, em Lisboa, tem início às 19:45 e será arbitrado pelo sérvio Milorad Mazic. Ao mesmo tempo, os italianos do Nápoles e o Dínamo de Kiev, de Antunes, defrontam-se na capital ucraniana, no outro jogo da primeira jornada do Grupo B.

Lusa

  • Roger Moore, o ator que foi 007 e um Santo
    1:26

    Cultura

    Morreu Roger Moore. O ator britânico tinha 89 anos e morreu na Suíça, vítima de cancro. Ficou conhecido pelo mítico papel de James Bond entre os anos 70 e 80, tendo sido o ator que mais tempo se manteve no papel. Em 2003, foi condecorado pela rainha Isabel II e tornou-se Sir Roger Moore.

  • Ucrânia limita utilização do russo na televisão

    Mundo

    O Parlamento da Ucrânia aprovou esta terça-feira uma lei que determina que três quartos dos programas televisivos dos canais nacionais devem ser transmitidos em ucraniano, medida que visa limitar o uso da língua russa naquele país.