sicnot

Perfil

Desporto

Atlético de Madrid vai recorrer da sanção da FIFA

O Atlético de Madrid vai recorrer ao Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) da proibição de não poder inscrever jogadores, prescindindo da suspensão cautelar, visto que já regularizou a situação dos futebolistas menores.

O Atlético e o Real Madrid foram sancionados pela Comissão Disciplinar da FIFA, não podendo celebrar novos contratos nos próximos dois períodos de transferências, por terem cometido irregularidades na contratação de futebolistas menores de 18 anos.

Já esta sexta-feira, o Tribunal Arbitral do Desporto (TAS) concedeu ao Real Madrid a medida cautelar solicitada pelo clube espanhol na sequência da sanção imposta pela FIFA, que impede a contratação de novos jogadores até janeiro de 2018.

Os colchoneros, que têm duas semanas para apresentar recurso, garantem que "100 por cento das licenças" dos jogadores em causa foram "regularizadas pela própria FIFA" para poderem competir nas respetivas categorias.

A sanção aos dois clubes da capital espanhola é idêntica à que foi aplicada ao FC Barcelona e que impediu o clube catalão, que chegou a contratar Aleix Vidal e Arda Turan, que só seriam inscritos em janeiro de 2016, de inscrever atletas em dois períodos de transferências.

Lusa

  • Morreu o companheiro de Nelson Mandela

    Mundo

    Ahmed Kathrada, activista e ícone sul-africano que lutou ao lado de Mandela contra o "apartheid" morreu hoje aos 87 anos, informou a fundação de caridade Kathrada.

  • Mais de um milhão de crianças em risco de morrer à fome
    1:23
  • Vidas Suspensas: Delfim 353
    29:30
  • Esquerda contra a venda do Novo Banco
    1:51

    Economia

    O futuro do Novo Banco promete agitar a maioria de esquerda nas próximas semanas. O Bloco de Esquerda e o PCP estão contra os planos de privatização e insistem que a solução é nacionalizar o banco. O Bloco de Esquerda defende que privatizar 75% é o pior de dois mundos. Já o PCP diz que o banco deve ser integrado no setor público.

  • Identificadas 10 mil vítimas de violência em 2016
    1:32

    País

    Há cada vez mais homens e idosos a pedirem ajuda à Associação Portuguesa de Apoio à Vítima. Segundo o relatório anual da APAV conhecido esta segunda-feira, foram identificadas quase 10 mil vítimas de violência no ano passado. Cerca de 80% são mulheres casadas e com cerca de 50 anos.