sicnot

Perfil

Desporto

Everton vence e sobe ao segundo lugar da Premier League

O Everton subiu este sábado ao segundo lugar do campeonato inglês de futebol, após receber e bater o Middlesbrough por 3-1, num encontro da quinta jornada em que chegou a estar em desvantagem no marcador.

© Reuters Staff / Reuters

Em Goodison Park, os forasteiros inauguraram o marcador num lance polémico, com o guarda-redes holandês Maarten Stekelenburg a colocar a bola na própria baliza, num lance em que parece haver falta do avançado espanhol Negredo, aos 21 minutos.

Antes do intervalo, o Everton deu a volta ao resultado e acabou por alcançar uma confortável vantagem para a segunda parte, com golos de Barry, aos 24 minutos, do irlandês Coleman, aos 42, e do belga Lukaku, aos 45+1.

Com este resultado, a formação comandada pelo holandês Ronald Koeman, antigo treinador do Benfica, somou o quarto triunfo seguido na Premier League e ascendeu ao segundo lugar, a dois pontos do líder Manchester City.

Para já, os toffees têm três pontos de vantagem sobre o Arsenal, Chelsea e Liverpool, o grupo dos terceiros classificados, mas o Manchester United pode aproximar e ficar a um, caso vença no domingo no terreno do Watford.

Lusa

  • "A vitória de Bruno de Carvalho pode ser uma vitória de Pirro"
    1:01
    O Dia Seguinte

    O Dia Seguinte

    2ªFEIRA 21:50

    As eleições para a presidência do Sporting realizam-se no próximo sábado e os comentadores d'O Dia Seguinte avaliaram já as hipóteses de vitória dos candidatos. Rui Gomes da Silva considera que a gravação que implicava José Maria Ricciardi não vai influenciar a decisão de voto. Já Paulo Farinha Alves acredita que Bruno de Carvalho vai vencer a eleição. Contudo José Guilherme Aguiar avisa as eleições podem não trazer estabilidade ao Sporting.

  • SIC revela relatório que provava falência do GES
    2:06
  • Sócrates acusa Cavaco de conspiração
    0:57
  • "Geringonça" elogiada na Europa e EUA
    4:22
  • Como a maioria de Esquerda gere as votações
    2:15

    País

    A gestão entre os partidos é feita diariamente mas nem sempre PCP e Bloco de Esquerda têm votado ao lado do Governo. A SIC ouviu um politólogo, que diz que o objetivo é cada um salientar as diferenças que os separam do PS. No entanto, também há exemplos que provam que nenhum dos partidos quer pôr em causa a estabilidade política.